Alimentação Saudável

Sabe qual é a diferença de calorias entre uma bola de Berlim com e sem creme?

É capaz de ficar surpreendido com a resposta. Descubra os valores.
É bastante requisitada nos areais.

Que atire a primeira bola de Berlim quem nunca seguiu com olhar atento o percurso do senhor que vende este bolo na praia até chegar a uma distância mínima para avistar a nossa mão ao alto. Também está à venda nas pastelarias mas, sejamos sinceros, com o mar à nossa frente tem um gostinho diferente. Já as calorias, essas, são exatamente as mesmas. Mas já lá vamos.

A bola de Berlim, que como o nome indica tem origem alemã, é uma daquelas especialidades estrangeiras que encontraram uma nova casa em Portugal — outro bom exemplo poderia ser a chamuça, que tem lugar cativo nos snack-bars de todo o País.

A NiT já contou a história deste bolo e de como se tornou tão típico nas nossas praias, mas vale a pena recordar. Ao longo dos anos em que durou a Segunda Guerra Mundial, de 1939 a 1945, vários milhares de refugiados fugiram para Portugal — um país oficialmente neutro —, com o objetivo de viajarem para outros países e continentes através dos navios transatlânticos. Muitas famílias judias alemãs, por exemplo, encontraram no nosso País um abrigo temporário — antes de rumarem para uma nova vida, fosse nos EUA ou, depois, no recém-fundado estado de Israel. 

De qualquer forma, durante o período que viveram cá e enquanto esperavam pelos papéis necessários para partirem novamente, estes refugiados tiveram de trabalhar para sustentar as famílias. Alguns tornaram-se funcionários de de empresas nacionais, como pastelarias e cafés. Por isso, vários destes espaços, sobretudo em Lisboa e no Porto, começaram a vender doces tipicamente germânicos, incluindo a bola de Berlim.

Com o passar dos anos, os pasteleiros nacionais foram criando as suas versões. Originalmente, a receita era feita com creme ou marmelada. Portanto, passámos a fazer este bolo com doce de ovos, que já era usado em inúmeros outros bolos. E foi assim que esta tentação chegou até nós.

Prefere com ou sem creme?

Atualmente, existem versões com recheio de chocolate ou morango e também massas de beterraba e alfarroba. No entanto, a mais popular continua a ser a tradicional.

Por falar nisso, sabe quantas calorias tem uma bola de Berlim com e sem creme? Talvez fique surpreendido com a diferença entre ambas. 

É preciso ter noção de que estamos a falar de um bolo que leva farinha, ovos, manteiga, açúcar e óleo. Portanto, estamos a consumir calorias concentradas em elevados níveis de açúcar, hidratos de carbono e a gordura dos seus componentes. Além disso, trata-se de um bolo frito, o que quer dizer que absorve bastante óleo durante a confeção.

Vamos, então, aos aguardados valores. Segundo os dados da tabela de composição de alimentos do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), uma bola de Berlim sem creme com 100 gramas contém 399 calorias e 8,5 gramas de açúcar.

Já o valor energético de uma versão com creme pode atingir facilmente ficar entre as 500 e 600 calorias. Sim, é isso mesmo: mais 200 do que a bola sem creme. Portanto, pode calcular como aumenta também o teor de açúcar. 

Embora seja uma bomba calórica, o seu consumo esporádico não é grave. Mas não deve ser uma rotina, já que prejudica não só uma dieta equilibrada mas também a saúde.

Aproveite e carregue na galeria para descobrir quais são os dez bolos de pastelaria com mais calorias.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT