Alimentação Saudável

Ranking NiT: os 10 piores chocolates de marca branca à venda nos supermercados

O pior contém 539 calorias e 59 gramas de açúcar por cada 100 gramas. A NiT, com a ajuda, da nutricionista Sónia Marcelo, revela-lhe a lista negra.

A verdade dói, mas tem mesmo de ser.

Sempre ouvimos dizer que a verdade dói, mas também que tem de ser dita. Foi por isso que a NiT analisou todos os chocolates de marca branca à venda nos supermercados. Resultado: ficámos (negativamente) surpreendidos e, sinceramente, muito tristes.

“Para se saber que um chocolate é saudável, ele deve ter poucos ingredientes — o ideal são dois —, um teor de cacau acima de 70 por cento, o cacau tem de ser o primeiro ingrediente da lista e o teor de gordura deve ser baixo (proveniente da manteiga de cacau). E, claro, nada de ingredientes artificias”, explica à NiT a nutricionista Sónia Marcelo, autora do blogue “Dicas de Uma Dietista” e do livro “Guerra Ao Açúcar“.

Porque é que mais cacau é um ponto positivo? Porque os polifenois presentes neste ingrediente têm efeitos benéficos para a saúde, uma vez que são antioxidantes e têm uma atividade cardioprotetora.

Recapitulando: quando for ao supermercado, tenha a certeza de que o cacau está presente em primeiro lugar na lista, ao contrário do açúcar. Além disso, segundo a especialista, deve desconfiar se ler no rótulo “gordura anidra do leite”, “gordura vegetal”, “leite em pó integral”, “gordura da manteiga” ou “gordura láctea”.

Para que não faça más escolhas, a NiT criou um ranking com os dez piores chocolates de marca branca à venda nos supermercados. O pior contém 539 calorias e 59 gramas de açúcar por cada 100 gramas. Mas atenção: mesmo que opte por um mais saudável, não deve comer mais do que dois quadrados (25 gramas) por dia.

Carregue na galeria para saber se o seu chocolate favorito está na lista negra.

Quero sugerir uma alteração ao texto ou enviar uma mensagem ao autor deste artigo