Alimentação Saudável

Perder 6 quilos em 11 dias — é assim a dieta da alface feita por Beyoncé

Ela está dividida em cinco fases e promete resultados incríveis. Mas será segura? É isso que vamos descobrir.

A alface é dos hortícolas menos calóricos, uma vez que tem apenas 15 calorias por 100 gramas, daí ser uma das opções mais requisitadas numa boa salada. Portanto, era de esperar que este alimento fosse o protagonista de uma dieta. E assim foi. A dieta da alface é uma realidade e promete uma perda de seis quilos em 11 dias.

Há ainda mais dados nutricionais que deve saber sobre este alimento. Ele tem 0,8 gramas de hidratos de carbono e 1,8 gramas de proteína em 100 gramas. Além disso, a alface é rica em fibra, vitaminas e minerais, nomeadamente em vitamina K, essencial na coagulação sanguínea.

Pelos vistos, é também uma ótima opção para a perda de peso. Aliás, são várias publicações que revelam que a cantora Beyoncé utilizou este método para perder todos os quilos que ganhou na gravidez.

No que consiste esta dieta?

Trata-se de uma dieta baixa em calorias que está dividida em cinco fases. A NiT e a nutricionista Bárbara de Almeida Araújo explicam-lhe no que consiste cada uma.

A primeira fase

“Tem a duração de dois dias e é uma fase de adaptação. Basicamente, consiste em comer meia alface ao pequeno-almoço, sendo que deve ser cortada em pedaços pequenos e temperada com limão, uma pitada de sal e ervas a gosto. Mas antes deve beber um copo de água em jejum. Durante o resto do dia poderá comer normalmente. No entanto, as refeições devem ser controladas e equilibradas”, esclarece à NiT a especialista.

Alface e nada mais.

A segunda fase
Nesta fase acontece apenas uma mudança. Além do pequeno-almoço, o jantar deve ser completamente substituído por salada. A duração é a mesma: dois dias.

A terceira fase

Na terceira fase, que dura apenas três dias, só se come alface ao longo de todo o dia. Pode-se comer na quantidade que se quiser mas não se pode comer mais nenhum alimento sem ser este.

A quarta fase

“Esta fase é idêntica à segunda. Ou seja, pequeno-almoço e jantar à base de alface. A ideia é voltar aos padrões alimentares iniciais”, explica a também autora do blogue “Manias de Uma Dietista“.

A quinta fase

A quinta fase é igual à primeira. A NiT relembra-o: durante dois dias come alface ao pequeno-almoço, podendo-se comer outros alimentos nas restantes refeições.

A dieta tem cinco fases.

É uma dieta segura?

Segundo Bárbara de Almeida Araújo, é uma dieta muito restritiva e não sustentável a longo prazo. Além disso, torna-se monótona e não especifica o que se pode comer nas refeições onde a alface não é regra, o que pode levar quem a segue a fazer escolhas pouco saudáveis ou a comer mais quantidades do que aquelas que devia.

“É importante saber também que existem ainda efeitos secundários desta dieta, como flatulência e inchaço abdominal. Pessoas com problemas gastrointestinais não devem seguir este método. Aliás, antes de seguir qualquer dieta deve consultar um nutricionista”, alerta a especialista.