Alimentação Saudável

Perder 4 quilos em 7 dias é o que promete a dieta do café

Traz benefícios para a perda de peso se for consumido com moderação. Mas será uma dieta eficaz? A NiT responde.

Deve ter alguns cuidados nesta dieta.

Aumenta os níveis de energia, melhora a performance física, pode reduzir o risco da diabetes, protege contra o aparecimento da doença de Alzheimer e demência, reduz o risco de Parkinson, combate a depressão e reduz o risco de alguns tipos de cancro. Além disso, é rico em antioxidantes e ainda aumenta a queima de gordura. É por isto que o café é um bom aliado num estilo de vida equilibrado.

Sabia que a cafeína está presente na maioria dos suplementos alimentares destinados à perda de peso? “Ao longo dos anos, várias investigações indicaram que a cafeína pode aumentar o metabolismo em três a 11 por cento e que provoca maior queima de gordura”, diz à NiT a nutricionista Bárbara de Almeida Araújo, autora do blogue “Manias de Uma Dietista“.

Por estes motivos, surgiu a dieta do café que, tal como a maioria das dietas da moda, promete resultados rápidos em pouco tempo. No fundo, aquilo que toda a gente que quer emagrecer sonha. Neste caso, estamos a falar de quatro quilos em sete dias.

Um exemplo de um dia de refeições

De uma forma simples, esta dieta aconselha que se tome sempre uma chávena de café sem açúcar antes das refeições.

— 15 minutos antes do pequeno-almoço: uma chávena de café;

Pequeno-almoço: duas torradas de pão integral com queijo branco;

— 15 minutos antes do almoço: uma chávena de café;

Almoço: bife de peru ou frango com uma salada a gosto e uma peça de fruta;

Lanche: um queijo (pode ser um triângulo de queijo) e uma peça de fruta;

15 minutos antes do jantar: uma chávena de café;

Jantar: posta de peixe grelhado com uma salada a gosto;

Ceia: uma chávena de café preto.

No total, há quatro refeições completas e toma quatro chávenas de café por dia.

Mas a dieta do café funciona?

Segundo a especialista, tem vindo a provar-se que de facto o café pode acelerar o metabolismo e promover a queima de gordura. Contudo, os seus efeitos são pequenos e não são suficientes, por si só, para promover a perda de peso.

Apesar do café ser considerado saudável e poder trazer benefícios para a saúde, não quer dizer que se deva consumir esta bebida em grandes quantidades ou que seja seguro em doses elevadas.

“O consumo de dois a três cafés por dia, em pessoas saudáveis, pode ser vantajoso, sendo 400 miligramas por dia de cafeína a dose limite considerada segura. Este valor equivale a cinco cafés expresso por dia. Deve ter em conta que uma chávena de café expresso tem cerca de 80 miligramas”, explica.

Isto que dizer que, caso seja saudável, incluir café diariamente, mas com moderação, pode ajudar a estimular o metabolismo. Ainda assim, para uma perda de peso eficaz, deve aliar esta prática a uma alimentação saudável e ao exercício físico. Só assim vai conseguir verdadeiros resultados.

Não se esqueça: não ultrapasse os cinco cafés por dia.

Qualquer pessoa pode seguir este método?

De acordo com Bárbara de Almeida Araújo, pessoas hipertensas, sensíveis à cafeína, com problemas cardíacos, a tomar mediação e pessoas com anemia não devem seguir esta dieta. O motivo prende-se com o facto de o café diminuir a absorção de ferro. Além disso, ele atua como um estimulante e pode ter um efeito diurético, o que pode provocar taquicardia, ansiedade, insónia, nervosismo e aumentar a pressão arterial.