NiTfm live

Alimentação Saudável

Pare de ignorar este alimento — ele é pouco calórico e ajuda a emagrecer

Para sermos mais precisos, contém 17 calorias por cada 100 gramas. Dê as boas-vindas à courgette.
Está escondido no meio desta taça.

Há vários legumes que nunca devem faltar no frigorífico, entre eles a courgette. Este alimento é muitas vezes posto de parte por causa do hábito de utilizá-lo apenas na sopa ou, então, simplesmente ignorado para qualquer receita. Porém, ele pode ser o aliado de que precisa no processo de perda de peso.

Primeira vantagem: é bastante pobre em calorias. Para sermos mais precisos, são 17 em cada 100 gramas. Além disso, contém dois gramas de hidratos de carbono, um grama de fibra e 0,3 de gordura. O seu alto teor em água (94 mililitros) também faz dele um superalimento.

Mas os valores nutricionais surpreendentes não acabam aqui. Vale a pena destacar o facto de ser rico em vitamina C (17 miligramas também por cada 100 gramas), magnésio (20 miligramas), cálcio (22 miligramas), potássio (248 miligramas) e fósforo (33 miligramas).

Segundo a nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida, a casca da courgette é rica em fibras, o que contribui para o bom funcionamento intestinal, prevenindo a prisão de ventre e ajudando na proteção contra alguns tipos de cancro.

95 por cento da sua composição é água.

É por estas razões que a courgette, que é da mesma espécie botânica da abóbora e também é conhecida como abobrinha, é amiga da saúde e da dieta.

Contudo, o facto de ajudar na digestão e de ter efeitos benéficos para o coração também faz com que os nutricionistas incluam este alimento nos planos dos doentes, assim como nas suas próprias receitas.

Mafalda Rodrigues de Almeida, autora do blogue NiT “Loveat“, faz questão de ter sempre courgette em casa. E, adivinhe: não é só para adicionar à sopa. Para provar que o alimento é versátil, costuma fazer tártaro de courgette e croquetes de tofu com noodles de courgette.

É igualmente rara a semana em que a nutricionista Maria Gama, autora do blogue “Põe-te na Linha“, não inclui este legume nos seus pratos. Quando quer reduzir o consumo de hidratos de carbono, por exemplo, substitui a massa por esparguete de courgette e cenoura. Quiche de atum com base feita a partir deste alimento é outra das suas receitas favoritas.

A NiT sugere-lhe estas e outras receitas para incluir courgette na alimentação diária. Carregue na galeria para descobri-las.