NiTfm live

Alimentação Saudável

Os alimentos secretos para recuperar do excesso de açúcar

Não existe uma fórmula mágica, mas há alimentos que tem por casa que combinados podem ajudar. Tome nota de todos.

Vai ficar com esta cara depois de seguir as nossas dicas.

É possível traduzir as últimas duas semanas de 2017 em duas palavras: açúcar e calorias. Cometemos excessos e eles refletem-se no peso. A boa notícia é que além dos chás, há alguns alimentos que podem ajudar a recuperar.

“Não é o que consumimos entre o Natal e o Ano Novo que compromete os nossos objetivos, mas sim o que consumimos entre o Ano Novo e o Natal”, relembra Inês Soares, nutricionista no Holmes Place.

Ou seja, durante todo o ano. No entanto, há alimentos que tem aí por casa que podem ajudar. A NiT e a especialista dizem-lhe quais são.

1. Opte por alimentos ricos em micronutrientes

Sim, estamos a falar de vitaminas e minerais. Os maiores aliados são as frutas e os hortícolas. Os nutrientes fornecidos por estes alimentos vão potenciar os mecanismos de “desintoxicação” naturais do organismo. Por isso, devemos privilegiá-los no pós-festa.

2. Aposte nos alimentos ricos em fibra

Nesta altura, é muito importante promover um bom funcionamento gastrointestinal. “Após o consumo de alimentos ricos em gorduras e açúcar, é natural que surjam as sensações de enfartamento, inchaço e desconforto. Por isso, além dos hortofrutícolas, é essencial incluir alimentos ricos em fibra, como pão/cereais integrais, leguminosas e sementes na alimentação diária”, explica à NiT Inês Soares.

As sementes são sempre uma boa opção.

3. Privilegie os alimentos ricos em magnésio

Nas épocas festivas há um maior consumo de sódio. Resultado: também há mais tendência para a retenção de líquidos. Para a minimizar, é muito importante controlar a ingestão de sal. Deve substituí-lo por ervas aromáticas ou especiarias, como salsa, alho, funcho e curcuma. Além disso, pode (e deve) investir no consumo de alimentos ricos em magnésio (como aveia e frutos oleaginosos ao natural) e potássio (abacate, batata-doce e frutas e hortícolas em geral).

4. A hidratação é fundamental

Segundo a nutricionista, os excessos alimentares e o consumo de bebidas alcoólicas levam à desidratação, e isso também prejudica na recuperação. Portanto, a hidratação é fundamental neste período. Além da água, pode complementar com infusões de ervas ou chá sem adição de açúcar. O valor diário recomendado é de 1,5 a dois litros de água por dia. 

alimentos
Água ou chá. Você decide.

5. Não se esqueça de incluir boas fontes de proteína nas refeições

“É ainda fundamental assegurar um consumo proteico regular, optando por boas fontes de proteína – lácteos magros e sem adição de açúcar, carnes brancas e de aves, peixe e ovos sem adição de gordura”, aconselha Inês Soares.

Lembre-se: não é aconselhável saltar refeições e muito menos aderir a dietas restritivas, numa tentativa de compensar os excessos. Em vez disso, faça muitas refeições, dando prioridade a alimentos altamente nutritivos, como os sugeridos.