NiTfm live

Alimentação Saudável

O número de vezes que mastiga os alimentos pode (mesmo) ajudá-lo a perder peso

Acredite ou não, isto influencia os números na balança. A NiT e a nutricionista Sónia Marcelo explicam tudo.
Lembre-se disto na próxima refeição.

Quanto o tema é emagrecer, toda a gente se preocupa com aquilo que coloca no prato. Contudo, há um aspeto fundamental do qual ninguém quer saber: a forma como se come. Não só é importante fazer as refeições sentado como também deve mastigar devagar — acredite ou não, isso influencia o processo de perda de peso.

No período antes de ingerir uma refeição, ocorre a sensação de fome e os reflexos alimentares estão mais acentuados. Durante a refeição, essa sensação vai diminuindo e os reflexos vão sendo inibidos, até que, após a refeição, o comportamento muda, rejeitando-se o alimento e trocando a sensação de fome pela de saciedade.

Esta mudança de sensações dá-se, sobretudo, por causa do processo de mastigação, que é a fonte que estimula estes impulsos. O que acontece em ambos é a produção de neurotransmissores — a grelina (induz a sensação de fome) e o neuropeptódeo Y (“induz a sensação de saciedade). É por causa deles que comer devagar tem um papel importante no processo de emagrecimento. A NiT explica-lhe como tudo acontece na prática.

Segundo a nutricionista Sónia Marcelo, numa situação normal — quando se come com calma e não se devora tudo em três dentadas —, aquilo que se sente antes e depois de comer é diferente: no início há fome e, à medida que ingere comida, esta sensação vai sendo, gradualmente, substituída por satisfação.

Se mastigarmos muito depressa, o sistema digestivo e o cérebro não comunicam de forma eficaz. Resultado: acabamos por comer mais do que devíamos, o que significam mais calorias e, possivelmente, mais gordura.

Há várias figuras conhecidas que já falaram sobre este truque simples, como é o caso de Bella Hadid. “Embora muitos concordem comigo no facto de nem demorarmos dez minutos a comer um hambúrguer, em média, mastigo cada pedaço 20 vezes”, disse a modelo no vídeo em direto no Instagram. A estrela americana opta também por comer sempre sentada. 

Há outro problema: mastigar demasiado depressa dificulta a digestão. Além disso, o facto de os alimentos chegarem ao intestino sem estarem devidamente digeridos favorece a prisão de ventre e o inchaço abdominal.

De acordo com a também autora do blogue “Dicas de Uma Dietista”, o truque é pousar os talheres entre garfadas e mastigar cada porção de comida que colocar na boca sete a dez vezes.

Há outros cinco erros básicos às refeições, revelados pela nutricionista Maria Gama (autora do blogue NiT “Põe-te na Linha“), que podem não estar a deixá-lo emagrecer. Carregue na galeria para descobrir quais são.