NiTfm live

Alimentação Saudável

O novo sumo viral para emagrecer faz-se com uma fruta que costuma ter em casa

É rica em antioxidantes e também ajuda a reduzir os níveis de colesterol. Consegue adivinhar qual é?
Pista: é uma fruta pequena.

As uvas são uma ótima fruta, por isso, são consumidas em todo o mundo. Afinal, a sua riqueza em antioxidantes pode ajudar a prevenir o cancro, o envelhecimento e problemas de circulação. É, ainda, uma ótima aliada na saúde do coração, já que é útil na redução dos níveis de colesterol, a regular a pressão arterial e o trânsito intestinal. Este alimento é também o protagonista do sumo viral do momento para perder peso.

Embora haja quem aponte a sua composição nutricional como inimiga da dieta — 100 gramas significam 83 calorias e 18,6 gramas de açúcar —, quando consumidas com moderação, não há problema.

Portanto, o mundo fit teve a ideia de criar um sumo à base desta fruta. A promessa é aliciante: queima gordura, seca a barriga e ajuda a emagrecer. 

Deve estar a perguntar-se se há evidência científica sobre isto, certo? Um estudo da Washington State University, nos Estados Unidos, publicado em 2015, por exemplo, revelou que o resveratrol encontrado no sumo de uva — bem como nos morangos, mirtilos e maçãs — ajuda a perder gordura, ao converter “gordura branca em gordura bege, que é muito mais fácil de queimar”.

O cientista Songbo Wang, que participou na investigação, disse na altura que “os polifenóis das frutas, incluindo o resveratrol, aumentam a expressão genética que melhora a oxidação das gorduras da dieta, para que o corpo não fique sobrecarregado”. “Eles convertem a gordura branca em bege que queima lipídios como calor, ajudando a manter o corpo em equilíbrio e a prevenir a obesidade e a disfunção metabólica”, acrescentou.

Este é apenas um dos estudos que os amantes deste sumo usam para defender a super bebida, que também é vista como uma forma de aumentar a saciedade, mantendo a sensação de fome afastada durante mais tempo.

Uma outra investigação com animais, realizado no Rio Grande do Sul, no Brasil, pelo Instituto Universitário Metodista, e publicado em 2014, demonstrou que o sumo de uva integral (com casca e sementes) ajuda a diminuir a barriga, assim como os níveis de colesterol.

Os responsáveis pela pesquisa dividiram ratos em dois grupos: enquanto um deles recebeu uma dieta com alto teor de gordura e sumo de uva à vontade, o outro grupo consumiu uma alimentação normal e bebeu apenas água. No final da experiência, os animais que receberam o sumo não engordaram e alcançaram um peso final menor do que os ratos que beberam apenas água. Aqueles que estavam no primeiro grupo também não apresentaram acumulação de gordura na zona abdominal.

Segundo a nutricionista Bárbara de Almeida Araújo, o sumo não pode ser visto como o milagre que vai ajudá-lo a atingir a forma física que deseja. Tal como outras bebidas virais, é apenas um complemento a uma dieta que deve ser variada e equilibrada. Se não houver uma mudança de hábitos, dificilmente conseguirá alterar o seu peso. Além disso, o seu consumo deve ser moderado — afinal, é um alimento que, tal como qualquer outro, tem calorias e açúcar. Não se esqueça disto. 

Para a receita, precisa de um quilo de uva e um litro de água. Depois, retira os talos das uvas e lava-as bem; coloca a água numa panela e acrescenta a fruta; deixa ao lume durante 30 minutos; desliga e deixa arrefecer. Retira e amasse bem com uma colher. Deve colocar o sumo coado para uma garrafa e armazenar no frigorífico. 

Recomenda-se a uva preta e que o sumo seja integral, para que não se desperdicem nutrientes, embora a sua “validade” seja menor assim. Os fãs desta bebida privilegiam o seu consumo no intervalo das refeições principais — a meio da manhã e da tarde.

Promete fazer maravilhas.

Também existe uma dieta à base de uva

Embora seja bastante popular, trata-se de um método restritivo que promete, através dos nutrientes encontrados nas uvas, limpar o organismo, estimular o metabolismo e ajudar na perda de peso. Neste último ponto, fala-se mesmo de uma perda de cerca de oito quilos em sete dias.

Na prática, esta dieta é simples (e perigosa): comer apenas uvas ao longo do dia. Além desta fruta, a única coisa que se pode fazer é beber água sempre que necessário.

Não estamos a brincar: as regras desta dieta resumem-se a comer, então, uvas em todas as refeições — de preferência, biológicas, e numa quantidade que pode variar entre as 680 e as 900 gramas por dia, de forma a evitar que se sinta fome.

“É expectável que quem siga este método sinta dores de cabeça e náuseas no terceiro dia, que tendem a desaparecer ao fim de 24 horas. Por isso, a recomendação do autor da dieta é que seja seguida durante quatro a cinco dias, no mínimo. O máximo é de duas semanas”, adianta à NiT a nutricionista Bárbara de Almeida Araújo.

É certo que as uvas são uma fruta bastante rica do ponto de vista nutricional, mas é importante ter a consciência de que uma dieta que se baseia no consumo de apenas um alimento não é capaz de fornecer tudo o que o corpo precisa para funcionar corretamente.

“É um plano desequilibrado que pode inclusivamente acarretar alguns perigos para a saúde. E, além de não fornecer todos os nutrientes nas quantidades que precisamos, a dieta é hipocalórica. Resultado: pode causar cansaço e fadiga devido a uma ingestão deficiente de calorias”, alerta a também autora do blogue “Manias de Uma Dietista“.

Devemos evitar comer uvas?

Claro que não, não se devem confundir as coisas. Esta dieta é desequilibrada e, por isso, totalmente desaconselhável. Mas as uvas podem e devem fazer parte de um plano nutricional equilibrado e variado, já que trazem vários benefícios para a saúde. E, sim, podem fazer parte de um plano de emagrecimento, desde que sejam consumidas com moderação.

Lembre-se: “Este tipo de dietas ajudam obviamente a perder peso, uma vez que há uma redução brusca das calorias ingeridas. Mas assim que voltar à sua alimentação normal vai recuperar todo o peso perdido num instante. Uma dieta variada e equilibrada aliada à prática de exercício físico é a melhor forma de emagrecer de forma saudável e manter isso a longo prazo.”

Quanto ao sumo, pode ser uma opção, desde que seja visto apenas com um complemento a uma dieta saudável. Deve vê-lo como um extra e não como a fórmula secreta para atingir o peso que quer.

Carregue na galeria para conhecer cinco sumos famosos na Internet por ajudarem a emagrecer — pode fazê-los em casa.