NiTfm live

Alimentação Saudável

O cheesecake vegan que não vai conseguir parar de comer

É uma alternativa sem glúten, farinhas, lactose e adição de açúcares. Uma maravilha é o que é.
E é delicioso.

“Tenho uma familiar com intolerância à lactose que, por várias vezes, lamentava o facto de não comer cheesecake e semi-frios há anos. Por isso, resolvi fazer-lhe uma surpresa e o resultado foi um cheesecake vegan”, conta à NiT Ana S. Guerreiro.

A alternativa da autora do blogue “Mama Paleo” não contém glúten, farinhas e lactose, nem adição de açúcares.

A receita está dividida em três fases. Tome nota de tudo o que precisa para esta versão de manga e maracujá.

Do que precisa

Para a base
— 300 gramas de mistura de frutos secos (a autora usou 100 caju, 100 de amêndoa e 100 de nozes);
— Uma colher de sopa de óleo de coco;
— Quatro tâmaras grandes.
Para o meio
— Uma lata de 400 mililitros de leite de coco;
— 300 gramas de polpa de manga madura;
— Agár agár (usar quantidade indicada na embalagem) ou gelatina neutra.
Para a cobertura
— Polpa de três maracujás maduros;
— 50 gramas de manga picada;
— 50 mililitros de água;
— Ágar ágar (usar quantidade indicada na embalagem) ou gelatina neutra.

Como se faz

Para a base, deve juntar todos os ingredientes num processador e moer até obter uma pasta — autora da receita deixou alguns frutos secos menos moídos para dar um toque crocante. Forre o fundo da forma com essa pasta, leve ao frigorífico durante duas horas ou 20 minutos ao congelador.

Para a parte do meio, triture a polpa com o leite de coco até obter um creme homogéneo. Junte o agár agár e mexa bem. Coloque a mistura por cima da base (já dura) e leve ao frigorífico durante três horas ou até solidificar.

Por fim, para a cobertura, misture tudo e ponha por cima do centro já solidificado. Leve ao frigorífico durante duas horas ou até solidificar. Mas atenção: antes de servir, caso queira que fique um pouco mais firme, deixe o cheesecake no congelador 15 a 20 minutos.

O resultado final.