NiTfm live

Alimentação Saudável

NiT cria comunidade de blogues de alimentação saudável

Cinco das bloguers mais lidas de Portugal aderiram a este projeto que pretende mudar a nossa relação com a comida.

A NiT apresentou esta segunda-feira, 22 de abril, uma comunidade de blogues que escreve em exclusivo sobre alimentação, nutrição, treino e receitas equilibradas. Esta comunidade composta por cinco especialistas pretende ensinar as famílias portuguesas a tomar decisões inteligentes sobre os produtos que compram nos supermercados e as refeições que preparam no dia a dia. 

“Apesar de haver uma preocupação crescente com o tipo de alimentação que seguimos ou devemos seguir, a verdade é que existe também uma enorme desinformação nas redes sociais, blogues e até sites de notícias. Este painel de especialistas irá desempenhar um papel de curadoria nos artigos da NiT e dar aos leitores a oportunidade de aprofundarem os temas que lhes interessam com artigos maiores que serão publicados nos respetivos blogues”, explica o publisher da NiT Jaime Martins Alberto. 

A NiT não pretende ser uma agência de blogues ou lançar novos sites. O objetivo desta comunidade é distinguir a excelência e credibilidade entre os blogues que já existem através de um selo NiT, para que os leitores não se deixem enganar por notícias falsas que existem em vários sites deste segmento. 

Assim, a nova comunidade patrocinada pela NiT é composta pelos cinco blogues mais respeitados e populares neste segmento: “Põe-te na Linha“, da nutricionista Maria Gama; “Santa Melancia“, da nutricionista Lillian Barros; “Loveat“, da nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida; “Mariana Abecasis“, da nutricionista Mariana Abecasis; e “Mamã Paleo“, da escritora Ana S. Guerreiro. 

“A NiT é a maior plataforma de lifestyle do País, com mais de 12 milhões de visitas por mês — o que significa que as nossas notícias têm um impacto real na vida das pessoas. Isso coloca-nos numa posição ímpar para desempenhar — em conjunto com o nosso painel de especialistas — um papel fundamental na educação e alteração dos hábitos alimentares dos portugueses”, acrescenta Jaime Martins Alberto.