Alimentação Saudável

Helena Coelho: “Percebi que engordava facilmente e mudei a alimentação, mas continuo a adorar sushi”

Digital influencer, maquilhadora profissional e apaixonada por desporto. Helena revela à NiT o que mais detesta no treino e os guilty-pleasures que não dispensa.

O treino é tão religioso como o sushi.

Os agachamentos são dos exercícios que mais custam à maioria das pessoas. Até mesmo para quem faz desporto com regularidade. Helena Coelho não é exceção, tal como conta em entrevista à NiT.

“Os glúteos são das zonas do corpo que mais trabalho”, revela a digital influencer de 25 anos. “Dói, mas gosto muito de fazer e os resultados compensam.”

Helena passou grande parte da sua vida em Viseu, onde cresceu, e sempre esteve ligada ao desporto até começar a estudar Engenharia Química em Lisboa, depois do secundário. Nessa altura, como recorda, deixou de fazer exercício físico.

“Ao fim de alguns anos comecei a sentir muita falta de ser ativa e de treinar”, explica. “De há dois anos para cá que tenho vindo a fazer exercício mais afincadamente, sempre com o apoio de um PT.”

Da Engenharia passou para o mundo da maquilhagem, dos blogues, do Instagram e, em 2013, criou um canal no YouTube, onde só começou a publicar regularmente em 2015. Teve também um blogue, que entretanto foi deixando para se dedicar em pleno ao seu trabalho como influenciadora digital e maquilhadora profissional.

O exercício continua a ser uma das partes mais importantes do seu dia a dia, tanto que é natural ver Helena a treinar nas suas redes sociais. No entanto, há momentos em que o desporto pode (e deve) ficar em stand-by.

“Quando viajo raramente treino”, confessa Helena. “Nesses momentos permito-me desfrutar um pouco da comida do país e da experiência da própria viagem.”

Assim que regressa a Portugal, voltam os exercícios, sempre de acordo com as recomendações do seu PT com quem trabalha no ginásio e em treinos outdoor em que costuma participar. Retoma também o seu plano alimentar, criado com o apoio de um nutricionista.

“O corte mais drástico que fizemos foi nos alimentos com lactose, bem como nos alimentos com glúten”, explica Helena. “Privilegio sempre os produtos da terra e tento comer o mínimo de coisas processadas.”

Tal como recorda, a alimentação foi uma das primeiras coisas que mudou no seu estilo de vida. Quando percebeu que o seu metabolismo estava a mudar, sentiu que estava na altura de mudar o regime alimentar. Hoje em dia transformou-se num modo de vida, mas há sempre espaço para um guilty-pleasure.

“Percebi que engordava facilmente e mudei a minha alimentação”, revela, entre risos. “Mas continuo a adorar sushi que como uma vez por semana, é religioso.”

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT