NiTfm live

Alimentação Saudável

Há mais um chá que se está a beber à noite para dormir melhor (e emagrecer)

Prepara-se com ingredientes que quase toda a gente tem em casa.
É simples e eficaz.

É difícil de acreditar, mas é uma realidade: existem chás capazes de nos ajudar a ter uma noite de sono mais descansada e, ao mesmo tempo, potenciar a perda de peso. A NiT já lhe falou do chá de rooibos, porém, há outros exemplos. Um deles é uma combinação de alimentos que, muito provavelmente, tem em casa: canela e hortelã.

O último ingrediente contém cerca de 44 calorias por cada 100 gramas. Além disso, é rica em proteína, potássio cálcio, magnésio, ferro e nas vitamina B6 e C. Há mais um ponto positivo: contém uma boa quantidade de fibras, um nutriente que promove a sensação de saciedade.

A hortelã, um género botânico da família Lamiaceae, cujas espécies são popularmente chamadas de menta ou hortelã, também é conhecida por aliviar dores de cabeça, acabar com o nariz entupido e melhorar a energia. Como tem propriedades calmantes, segundo a nutricionista Bárbara de Almeida Araújo, ajuda a aliviar o stress e a dormir melhor.

“As folhas de hortelã podem ser utilizadas de variadas formas, desde inteiras, partidas, secas, moídas ou congeladas”, sugere à NiT a autora do blogue “Manias de Uma Dietista”.

A canela é um dos alimentos que dispensa apresentações no mundo fit. É especialmente conhecida pela sua versatilidade e, também, pela sua ação termogénica — o consumo desta especiaria aumenta a temperatura corporal, fazendo com que se queime mais calorias e gordura.

Pode ser um belo aliado da saúde e da dieta.

Um estudo realizado pela Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, e publicado na revista científica “Metabolism”, em dezembro de 2017, testou o efeito do cinamaldeído — o óleo essencial que dá sabor à canela — nas células adiposas retiradas de ratos e de quatro seres humanos.

Os investigadores descobriram que a exposição ao óleo da canela ativou as células dos animais e dos humanos para começar a queimar calorias através de um processo conhecido como termogénese. Depois, uma análise mais pormenorizada demonstrou que o óleo aumentou a atividade de vários genes, enzimas e proteínas que são conhecidas por melhorar o metabolismo da gordura.

As células adiposas, ou adipócitos, são as responsáveis pelo armazenamento de grande quantidade de energia sob forma de depósitos de triglicéridos (gorduras neutras). Essa energia armazenada pode ser usada pelo corpo durante períodos de escassez de alimentos ou convertida em calor nos meses mais frios, como explica a equipa de cientistas.

Contudo, muitas vezes, a energia acumulada não tem para onde ir, podendo contribuir para o ganho de peso. Por isso, o autor do estudo, Jun Wu, professor assistente de pesquisa do Life Sciences Institute da Universidade de Michigan, diz que consumir canela regularmente pode ser uma forma de fazer com que as células de gordura queimem parte dessa energia.

“Especulamos que não se precise comer uma grande quantidade de canela de uma só vez. Se comer todos os dias, suspeitamos que haverá um efeito cumulativo e que com o tempo obterá esses benefícios”, disse, citado pela revista norte-americana “Time”.

Sabe-se, também, que a canela é rica em fibra, manganês, cálcio, ferro e vitamina K. Outras investigações já confirmaram a sua atuação para regular os níveis de açúcar no sangue e melhora a sensibilidade à insulina, conseguindo um efeito antidiabético.

Portanto, combinar as vantagens dos dois alimentos numa só chávena tem sido uma forma de conseguir resultados extra. 

A canela tem sido alvo de várias investigações.

A receita do chá de canela e hortelã

Pode utilizar os dois ingredientes isoladamente para obter benefícios. Caso queira juntá-los, tome nota da receita.

Do que precisa

— Uma chávena e meia de água;
— Um pau de canela;
— Duas colheres de chá de folhas secas.

Como se faz

Ferva a água com o pau de canela durante três minutos. Desligue o lume, acrescente a hortelã e deixe em infusão. Depois, basta coar e ingerir.

Mas, atenção: fale com o seu médico antes de incluir a bebida na sua alimentação diária. As grávidas, por exemplo, não devem consumir canela, já que pode causar risco de aborto e eclâmpsia (hipertensão arterial durante a gravidez).

Além disso, deve ter noção de que nenhum chá faz milagres. Pode ver esta bebida como uma ajuda extra, caso seja conjugada com uma alimentação equilibrada e variada, e com a prática de exercício físico.

Em seguida, carregue na galeria para descobrir os chás ideais para beber de manhã à noite.