Alimentação Saudável

Há alimentos que aumentam o tamanho do peito — diz a nova teoria do mundo fit

É bem possível que costume tê-los em casa, apenas não sabe que também podem ter esta inesperada função.
Um grande decote.

Todos os meses são conhecidas novas tendências no mundo fit, sendo que a maioria tem como objetivo emagrecer. Porém, a mais recente (e inesperada) não está relacionada com isso. Na verdade, é uma teoria que diz que existem alimentos capazes de aumentar o peito.

É exatamente aquilo que leu. Sabe-se que o tamanho do peito é determinado pela genética e mudanças hormonais. Contudo, diz-se também que, embora nenhum estudo o comprove de forma conclusiva, a alimentação também pode ter influência.

Falamos especificamente de alimentos ricos em estrogénio. A teoria, especialmente popular nos Estados Unidos, defende que assim será possível aumentar os níveis de estrogénio no corpo e, consequentemente, aquela parte do corpo — como algumas vezes acontece com a toma da pílula ou durante a gravidez.

Mas, afinal, o que são estrogénios? Como revela o site da “Medical News Today”, de uma forma muito simples, tratam-se de hormonas sexuais femininas e pertencem ao grupo das hormonas esteróides. 

“Quando uma pessoa come alimentos à base de plantas que contêm fitoestrógeos, eles podem ter um efeito semelhante ao estrogénio produzido pelo organismo. Por esse motivo, os fitoestrógenos são conhecidos como estrogénios alimentares”, pode ler-se.

Será possível?

É também esta hormona que ajuda a provocar as mudanças que ocorrem na transformação do corpo de uma menina para mulher durante a puberdade. Estamos a falar do crescimento dos pelos, início da menstruação e, claro, crescimento do peito. Também é responsável por controlar o colesterol, proteger a saúde dos ossos e do cérebro, tendo impacto no humor.

Ainda que alguns alimentos possam ter alguma influência no aumento do peito, é importante não se esquecer que o corpo muda com a idade, massa corporal, hereditariedade, entre outros. Portanto, esta não é a única coisa que importa.

Isto quer dizer que fazer uma dieta à base dos alimentos em causa pode não significar uma mudança drástica no tamanho desta parte do corpo. 

Há outra nota importante: os estrogénios também podem desempenhar um papel no combate ao cancro. No entanto, são necessárias muito mais pesquisas para verificar isso. Os riscos de consumir altos níveis ainda não estão completamente esclarecidos. “É provável que os seus efeitos colaterais sejam semelhantes aos do estrogénio sintético”, pode ler-se no mesmo site.

Se, naturalmente, tem níveis baixos de estrogénio, saiba que isso pode ser causado por distúrbios da tiróide, exercício excessivo, entre outras coisas.

Carregue na galeria para conhecer exemplos de grupos de alimentos ricos em estrogénio, de acordo com o “Medical News Today”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT