NiTfm live

Alimentação Saudável

Há 5 razões para comer romã — e perder peso é uma delas

A NiT e a nutricionista Bárbara de Almeida Araújo revelam todas e ainda sugerem receitas com este superalimento.

Vai ficar surpreendido com os benefícios deste alimento.

Nem todos os superalimentos têm de ser novos, ter nomes esquisitos ou vir de fora de Portugal. Existem vários que já conhecemos há bastante tempo mas que nem imaginamos nos benefícios que nos podem trazer. A romã é uma delas.

“É considerada uma das frutas mais saudáveis devido à sua riqueza nutricional. É sem dúvida um super alimento que devemos incluir na nossa alimentação”, diz à NiT a nutricionista Bárbara de Almeida Araújo.

São várias as investigação que já comprovaram que esta fruta pode ser importante na prevenção de patologias e isso deve-se, em grande parte, à sua riqueza em antioxidantes. Além disso, a romã é rica em fibra, vitamina C, Vitamina K, folato, potássio.

A também autora do blogue “Manias de Uma Dietista” resumiu tudo isto em cinco razões para comer romã e partilhou-as com a NiT. E adivinhe? Perder peso está incluída.

1. Tem um efeito anti-inflamatório

“A romã contém antioxidantes, como o ácido elágico, que reduzem a inflamação. Aliás, investigadores descobriram que a ingestão diária de 250 mililitros de sumo de romã, durante 12 semanas, baixa os marcadores inflamatórios”, diz.

2. Melhora a performance física

Se treina com frequência ou está empenhado nisso, também deve ter romã sempre na lista de compras. Ela é rica em nitratos alimentares que podem ajudar a melhorar a performance durante a prática de atividade física. Como? Retardando a fadiga muscular.

3. Ajuda a regular a pressão arterial

Voltando ao sumo de romã, saiba que ele pode ser usado como aliado no tratamento da hipertensão arterial. Segundo a especialista, a ingestão de 150 mililitros de sumo de romã durante dias semanas ajuda a diminuir a pressão arterial, comparativamente com a ingestão apenas de água.

4. Melhora a função cerebral

A romã é muito rica em antioxidantes que podem ajudar a melhorar a memória. “Num estudo da US National Library of Medicine do National Institutes of Health, de 2016, alguns investigadores sugerem que pode mesmo retardar a progressão da doença de Alzheimer”, explica à NiT a nutricionista.

5. É um aliado na dieta

Não tem gordura, os hidratos de carbono estão presentes em quantidade reduzida e é um alimento que dá energia de forma imediata. Além disso, tem elevado teor de água, que ajudando a manter o corpo saudável e hidratado. E agora, o que tanto esperava: ajuda a emagrecer porque é pouco calórica (cerca de 50 calorias por peça) e tem um efeito diurético.

Para tirar proveito deste superalimento, a NiT tem cinco receitas para experimentar. Carregue na galeria e tome nota.