Alimentação Saudável

Este é o melhor (e improvável) fruto seco para quem quer emagrecer

Segundo a nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida, autora do blogue "Loveat", há dois alimentos que se destacam.
Pode levá-lo para todo o lado.

Se os frutos secos são os melhores aliados na dieta para muita gente, há também quem os veja como verdadeiros vilões. Afinal, contêm calorias e gordura. Mas, não se esqueça, gordura boa — sim, ela existe. Ainda assim, a NiT tinha uma dúvida: será que existe um tipo de fruto seco que pode ser mais útil para quem quer emagrecer?

Antes de tudo, vale a pena relembrar as vantagens destes alimentos. A mais popular é o facto de serem uma ótima opção para um snack entre as refeições. Bónus: são tão leves que não custa transportá-los.

“Muitos estudos indicam que o consumo de uma mão cheia de frutos gordos por dia (equivalente a 30 gramas) está associado a diversos benefícios, como prevenção de obesidade, doenças cardiovasculares ou diabetes”, recorda a nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida, autora do blogue NiT “Loveat”.

Segundo a especialista, de uma forma geral, os frutos secos são ótimas fontes de gordura, fibra e proteína. A maioria da gordura, por exemplo, é monoinsaturada e polinsaturada, conhecidas como ómega 6 e ómega 3, respetivamente. Ou seja, são saudáveis.

Eles também contêm uma pequena percentagem de gordura saturada (menos saudável), mas não são valores preocupantes ou que destruam a dieta. Além disso, estes alimentos são ricos em vitaminas e minerais, dos quais fazem parte o magnésio e a vitamina E.

“No que diz respeito ao efeito no peso corporal, estudos indicam que, aliado a uma dieta equilibrada e a um estilo de vida ativa, o seu consumo está associado à diminuição do risco de ganho de peso e promoção de saciedade, graças ao seu teor de gordura”, garante à NiT a nutricionista.

Resultado: tem menos vontade de comer e diminui a ingestão de alimentos não tão interessantes nutricionalmente. 

Seja durante o Natal, em que é tradição tê-los à mesa, ou no local de trabalho, eles vão sempre ajudá-lo a controlar o apetite — até aqui não há dúvidas. Mas falta responder à pergunta inicial.

Este é o melhor (e improvável) fruto seco para quem quer emagrecer

Há um fruto seco melhor do que todos os outros quando o objetivo é emagrecer?

A resposta é sim. Como explica à NiT Mafalda Rodrigues de Almeida, alguns deles influenciam de forma mais evidente a perda de peso, sendo que a especialista destaca dois.

Entre eles, o que ganha o título é capaz de ser improvável, já que junta mais de 600 calorias por 100 gramas — o que quer dizer que é um dos frutos secos com valor energético mais elevado. Falamos da amêndoa.

“Estudos demonstraram que o consumo moderado de amêndoas, associada a uma dieta baixa em calorias poderá contribuir para uma perda de peso mais eficaz e diminuir a pressão arterial em pessoas com excesso de peso ou obesidade.”

Quanto ao seu papel na melhoria dos níveis de colesterol, não há estudos suficientes que o comprovem. Por outro lado, a especialista garante que para aqueles que possuem diabetes, adicionar 30 gramas de amêndoas numa refeição poderá diminuir os picos elevados de açúcar no sangue que ocorrem depois de uma refeição em cerca de 30 por cento. Além disso, reduzem a inflamação em pessoas com diabetes tipo 2 e poderão ter um efeito benéfico na microbiota intestinal.

Mas, não se esqueça: não deve exceder as 30 gramas diárias. Essa quantidade de amêndoas significa 161 calorias, 14 gramas de gordura, seis de proteína e 3,5 de gramas de fibra.

No segundo lugar fica o pistáchio, que pode melhorar os níveis de colesterol, mais especificamente de HDL (o colesterol “bom”).

“Tal como as amêndoas, este fruto seco pode ajudar a reduzir o aumento de açúcar no sangue após uma refeição. Além disso, é uma boa ajuda para melhorar outros fatores de risco de doenças cardiovasculares, incluindo pressão arterial e peso corporal.

Ainda no que diz respeito à perda de peso, são várias as investigações que revelam que, quando consumidos com moderação, os pistáchios contribuem para o controlo do peso graças ao seu efeito saciante.

Saiba que 30 gramas deste fruto seco contém 156 calorias, 12,5 gramas de gordura, seis de proteína e três gramas de fibra.

Contudo, deve lembrar-se de escolher sempre os frutos secos naturais, evitando as versões fritas ou com adição de sal ou açúcares.

Agora, carregue na galeria para descobrir quantas calorias têm os restantes frutos secos, desde o amendoim ao pinhão.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT