NiTfm live

Alimentação Saudável

Afinal, a alface não serve para nada

Ou será que serve? O tema está tornar-se viral na Internet e a nutricionista Sónia Marcelo esclareceu tudo à NiT.
É melhor ler isto.

Vamos analisar a alface em números: 95 por cento da sua composição é água; e 100 gramas deste vegetal significa cerca de 14 calorias e 1,2 gramas de fibras. Isto pode ser ótimo para quem quer emagrecer, mas há quem diga que incluí-la na alimentação é totalmente indiferente.

A polémica foi lançada através de um artigo do site “Vitals“, que já foi partilhado no Twitter centenas de vezes.

“A alface não tem nada. Acha que é saudável porque está sempre na salada e é um vegetal, certo? (…) Vitaminas? Sim, nas não muito em comparação com o que está no resto da salada”, lê-se.

A reduzida quantidade de fibras é outra das características destacada pelo site.

“É por isso que está sempre com fome depois de comer uma salada para o almoço: não comeu quase nada. Não percebe porquê? Porque passou meia hora a mastigar água em excesso”, acrescentam.

Para a nutricionista Sónia Marcelo, autora do blogue “Dicas de Uma Dietista“, a história não é bem assim. É que, apesar de não ser dos vegetais com maior teor de vitaminas e minerais, a alface contém uma quantidade considerável de niacina (uma vitamina do complexo B), vitaminas A, C e K, bem como cálcio, zinco, cobre, enxofre, silício, ferro e fósforo. Além disso, é rica em ácido fólico e clorofila.

A especialista explica, ainda, que este alimento possui lactupirina e lactucina, que estão presentes no caule e nas folhas. Traduzido, são moléculas consideradas calmantes naturais ideais, por exemplo, para quem sofre de insónias.

O mundo está dividido.

E a lista de benefícios continua, já que tem também uma ação laxatica e diurética. Como é, tal está, rica em água e, ainda, em potássio, acaba por diminuir o excesso de sódio e líquidos o que, por sua vez, contribui para a redução da tensão arterial.

“Além disso, é um vegetal excelente para quem quer emagrecer devido ao seu baixo teor energético e teor de fibras considerável. E mais: é um vegetal que pode ser conjugado com muitos outros, evitando a monotonia alimentar. Por ter um sabor neutro conjuga-se bem com quase tudo na hora de compor o prato à refeição principal”, confessa à NiT a especialista.

Até criaram uma dieta com base na alface, que já foi seguida pela cantora Beyoncé para perder todos os quilos que ganhou na gravidez. É um método baixo em calorias, dividido em cinco fases, que promete uma perda de seis quilos em 11 dias.

Se a alface tem benefícios? Sim. Se há outros alimentos com os mesmos ou ainda mais benefícios? A resposta também é sim. Por isso só tem de escolher os alimentos que fazem mais sentido para a sua dieta. Mas se não gostar de alface, não perde muito se decidir deixar de a comer.