Alimentação Saudável

Esta dieta vai contra tudo aquilo que já aprendemos sobre dietas

Aqui não há contagem de calorias, planos alimentares ou alimentos proibidos — mas isso não quer dizer que não alcance o corpo que quer.

O mundo acabou de ficar mais bonito.

dietas que prometem uma perda de três quilos em sete dias sem passar fome, outras que dizem emagrecer cinco quilos em apenas duas semanas, as mais surpreendentes onde se fazem 20 horas de jejum e até dietas de emergência para noivas — já lhe demos a conhecer de tudo. Desta vez, temos uma dieta que vai contra tudo isto.

Alimentação intuitiva, já ouviu falar? Foi criada por duas nutricionistas americanas e tem um um conceito que, provavelmente, é o oposto de tudo aquilo que já aprendeu sobre dietas.

Nesta dieta não há contagem de calorias, planos alimentares ou alimentos proibidos. Na verdade, o único objetivo é criar uma sintonia entre o corpo, a alimentação e a mente.

“É uma abordagem mais psicológica que ajuda a distinguir a fome emocional da fisiológica. Pode dizer-se que não é propriamente uma dieta, mas mais um estilo de vida”, explica à NiT Bárbara de Almeida Araújo, nutricionista e autora do blogue “Manias de Uma Dietista“.

A alimentação intuitiva não está apenas focada na perda de peso, já que o peso não é um comportamento mas uma consequência de vários fatores. A ideia é aprender a ouvir o corpo e a interpretar os sinais biológicos. Por exemplo, comer apenas quando estivermos com fome e pararmos quando nos sentirmos satisfeitos.

No fundo, pretende criar-se uma relação saudável com a alimentação. Ou, dito de outra forma, fazer as pazes com a comida — sobretudo se for uma daquelas pessoas que passou a vida a fazer restrições alimentares.

No que consiste então esta nova fórmula de seguir uma dieta? De acordo com a nutricionista, “a alimentação intuitiva procura melhorar a nossa relação com a alimentação e com o nosso corpo e imagem corporal, propondo uma alimentação flexível e sem restrições alimentares, já que as dietas têm uma grande probabilidade de falhar e de gerar em nós sentimentos negativos como a frustração”.

Bem sabemos que tudo isto pode parecer lógico e intuitivo, mas para muitas pessoas não é assim tão simples.

Por isso mesmo, as autoras deste conceito definiram dez princípios para se conseguir voltar a comer de forma intuitiva. Carregue na imagem e veja quais são.

Quero sugerir uma alteração ao texto ou enviar uma mensagem ao autor deste artigo