NiTfm live

Alimentação Saudável

A dieta da tapioca é o método mais simples (e seguro) para perder peso

É uma tendência brasileira que está a espalhar-se por todo o lado, incluindo Portugal.
O método é simples.

A tapioca é uma espécie de crepe, feito à base de fécula de mandioca hidratada. É rica em hidratos de carbono de absorção rápida, isenta de gordura e glúten e ainda tem um baixo teor de sódio. Até aqui nada de novo. O que talvez ainda não saiba é que o novo método para perder peso tem por base este alimento.

Estamos a falar da dieta da tapioca que, ao contrário de vários métodos de emagrecimento que circulam na Internet, não é propriamente restritiva. O conceito é simples: substituir o pão branco que come ao pequeno-almoço pela tapioca.

Pode usar recheios diferentes.

O popular método brasileiro, que está a chegar a várias partes do mundo, promete eliminar vários quilos. Há relatos de quem já tenha conseguido perder seis quilos num mês com esta pequena alteração.

Esta dieta emagrece mesmo?

“A tapioca por si só não emagrece mas, se for inserida numa alimentação equilibrada, pode trazer vantagens e ajudar no processo de emagrecimento”, explica à NiT a nutricionista Bárbara de Almeida Araújo.

Em termos calóricos, três colheres de sopa deste alimento (60 gramas) fornecem 145 calorias. Apesar do seu índice glicémico ser relativamente alto e de ter um baixo teor em fibra e proteína, é uma alternativa melhor ao pão branco.

Já 100 gramas de farinha de trigo fornecem 364 calorias.

A especialista, que é autora do blogue “Manias de Uma Dietista“, sugere que sejam adicionadas à tapioca sementes de linhaça moída ou chia, por exemplo. Desta forma, consegue tornar a sua absorção mais lenta e aumentar o teor de fibra, ácidos gordos essenciais, vitaminas e, ainda, minerais. Portanto, transforma-a numa alternativa mais saciante e nutritiva.

Como é que se faz tapioca?

Para fazer a tapioca, basta colocar uma frigideira ao lume, espalhar três colheres de sopa de goma de tapioca e esperar que descole dos cantos. Depois, vira e espera alguns minutos.

Mas a nutricionista deixa o aviso: “Sendo a tapioca constituída essencialmente por hidratos de carbono, não devemos exagerar no seu consumo, ou seja, no máximo duas tapiocas por dia e em substituição do pão ou outra fonte de hidratos de carbono.”

Deve ter igual atenção aos recheios escolhidos e apostar em alimentos ricos em proteína e gorduras boas. Pode recheá-la, por exemplo, com as tais sementes. Se preferir recheios doces, os purés de fruta, o mel ou as compotas sem açúcar são excelentes soluções. Caso seja para fazer recheios salgados, experimente frango, salmão ou queijo fresco, por exemplo.

Para que não lhe faltem opções para incluir tapioca na sua alimentação diária, a NiT juntou várias receitas. Carregue na galeria para tomar nota.