Alimentação Saudável

Na dieta da sopa é possível perder 1 quilo por dia

Só deve ser feita durante sete dias e, por isso, é uma boa forma de tentar alterar os hábitos alimentares menos saudáveis.

Sopinha todos os dias.

Da banana, da proteína, do leite, do ovo, dos dois tamanhos, do guerreiro, a cetogénica — nomes não faltam para apelidar dietas que prometem uma perda de peso rápida e eficaz. Algumas são seguras e outras nem por isso. Desta vez, trazemos-lhe uma opção em que pode confiar, se a fizer no tempo recomendado. Estamos a falar da dieta da sopa.

A sopa sempre foi conhecida como a melhor aliada de quem está a tentar emagrecer. Contudo, nesta dieta, há um plano específico que ajuda a perder um quilo por dia. Como a dieta dura sete dias, há uma perda de sete quilos numa semana.

“Porquê a sopa? Porque é baixa em calorias, saciante, rica em vitaminas, minerais e fibra e, por isso, é sempre uma boa amiga nas dietas de emagrecimento. Além disso, é de fácil digestão e ajuda a regular o trânsito intestinal”, diz à NiT a nutricionista Bárbara de Almeida Araújo, autora do blogue “Manias de Uma Dietista“.

Afinal, o que se tem de fazer nesta dieta?

Resumidamente, consiste em substituir o almoço e o jantar por sopa. Ou seja, apostar em verduras, algumas frutas e, por outro lado, diminuir a quantidade de proteína. Segundo a especialista, com a redução significativa da ingestão calórica e da ingestão de hidratos de carbono, é natural que se consiga perder peso.

Nas sopas, há alimentos específicos que pode utilizar: uma beringela, duas folhas de louro, dois nabos, dois molhos de agrião, dois pimentos, um repolho, um aipo, dois tomates, duas chávenas de feijão verde, três dentes de alho, dois cubos de caldo de carne ou legumes e água. Tudo isto vai sendo introduzido gradualmente. A NiT explica-lhe o processo abaixo.

1.º dia: pode comer sopa e fruta à vontade, exceto banana e abacate;

2.º dia: apenas se pode comer sopa e verduras ao longo do dia;

3.º dia: pode ingerir sopa, frutas e verduras sem restrições;

4.º dia: neste dia deve-se comer sopa, leite magro e banana — estes alimentos irão ajudar a diminuir a vontade de comer doces;

5.º dia: deve fazer duas ou mais refeições de sopa e introduzir carne de aves ou vermelha com uma salada de tomate — assegure-se de que bebe seis a dez copos de água nesse dia;

6.º dia: pode comer até três bifes por dia acompanhados de legumes, mantendo as duas refeições de sopa;

7.º dia: no último dia introduz arroz integral, mantendo a sopa, legumes cozidos ou crus sem restrições.

Atenção: as bebidas permitidas ao longo da dieta são apenas água, chá ou café sem açúcar.

É uma dieta segura?

As vantagens é que esta dieta pode funcionar como uma espécie de preparação do organismo para a perda de peso. E sendo rica em fitonutrientes, ajuda a eliminar toxinas e a diminuir a retenção de liquídos. Por outro lado, pode provocar fraqueza e carências nutricionais se for feita por longos períodos de tempo.

“Não é recomendada para pessoas com tendência para hipoglicémia. E é aconselhado diminuir a prática de exercício físico ou diminuir a intensidade durante este período”, alerta.

Como grande parte do peso perdido é à custa de água e não de massa gorda, pode ser mais fácil recuperar os quilos perdidos. E pela diminuição da atividade física aliada a uma diminuição da ingestão de proteína, também vai haver a diminuição de massa muscular.

O mais importante perceber, se seguir esta dieta, é que não é uma opção para seguir a longo prazo. No entanto, se cumprir apenas os sete dias, é uma boa forma de tentar alterar os hábitos alimentares menos saudáveis.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT