NiTfm live

« “O Programa da Cristina” cria movimento (polémico) para emagrecer em poucos dias

Dieta da maçã

É rica em fibra, vitaminas, minerais e antioxidantes, sendo considerado um alimento saudável e que devemos incluir no nosso dia a dia. Pelas suas características nutricionais, comer uma maçã ajuda-nos a manter-nos saciados por algumas horas. Além destes benefícios, ela fornece-nos a quantidade de açúcar que o nosso corpo precisa para combater o desejo por alimentos doces. Portanto, não há dúvidas dos benefícios da maçã. Porém, fazer uma dieta com base neste alimento, em que ele é o protagonista de todas as refeições, não é boa ideia.

A primeira regra deste método é que deve-se beber, pelo menos, dois litros de água por dia. A segunda regra é privilegiar alimentos com pouca gordura, como lacticínios magros e carne de aves sem pele. Depois, há um plano específico para cada dia, sendo que no primeiro só pode comer maçãs. No segundo dia introduzem-se as verdades. Ao longo dos restantes, pode adicionar-se carnes magras, lacticínios, verduras e outras frutas.

Porém, a nutricionista Bárbara de Almeida Araújo, autora do blogue "Manias de Uma Dietista", garante que "apesar de a dieta da maçã ajudar a emagrecer, esta perda de peso não é à custa de gordura, mas sim de água. Já para não falar que não há promoção de hábitos alimentares saudáveis, nem qualquer reeducação alimentar. Além disso, após os cinco dias de dieta, o peso perdido é facilmente recuperado. Por isso mesmo, deve-se procurar uma dieta que seja mais sustentável a longo prazo, que promova um estilo de vida saudável e que se consiga manter para a vida".

Recorde o artigo da NiT que fala apenas sobre esta dieta.