Alimentação Saudável

Catarina Gouveia: “Ver-me ao espelho já não era agradável e evitava mesmo fazê-lo”

O aumento de peso e a explosão de acne aos 25 anos, quando estava na faculdade e a morar sozinha, foram uma fase difícil na vida da atriz.

Frutas e vegetais fazem parte da alimentação diária da atriz.

“Na adolescência sentia-me bem porque também sempre pratiquei desporto, desde muito cedo. Quando eu tinha três anos a minha mãe teve a feliz ideia de me colocar na natação e, desde aí, fui crescendo a fazer desporto e a ter uma alimentação equilibrada”, conta à NiT Catarina Gouveia durante o lançamento dos novos gelados Solero. Mas nem sempre foi assim.

A atriz da TVI de 29 anos teve uma fase difícil quando foi para a faculdade e teve de morar sozinha. Embora hoje em dia apresente uma silhueta invejável, aos 24 anos comia de forma inconsciente e optava por comida rápida, fast food e que se pudesse fazer no microondas em menos de cinco minutos. A partir daí, foi uma mudança drástica e muito negativa.

Em conversa com a NiT, revelou que começou a engordar e que foi nessa altura que se sentiu menos confortável com o corpo.

“Ver-me ao espelho já não era agradável e evitava mesmo fazê-lo. Depois, perceber que as roupas que eu vestia já não me serviam, também foi uma tomada de consciência. A partir daí comecei a perceber, não ainda pela saúde, mas pela estética, que havia ali qualquer coisa que tinha de mudar.”

Inicialmente, começou apenas por comer menos. Ou seja, continuou a consumir comida rápida e processada mas em menor quantidade. Contudo, aos 25 anos teve um desregulamento hormonal associado a tudo o que comia e, consequentemente, uma explosão de acne na cara. “Foi nessa fase que percebi que nós somos realmente aquilo que comemos e a mudança era inevitável”, conta.

Durante esse período, Catarina Gouveia estava a gravar uma novela e já estava a ter alguns problemas no trabalho.

“A maquilhagem já não conseguia disfarçar as borbulhas e eu tinha noção de que a imagem que passava era a de uma pele com muitos problemas. E eu nunca tinha tido acne antes. Por isso, a partir desse momento, fiz tudo o que estava ao meu alcance para melhorar”.

“Deixei de associar os alimentos que consumia ao prazer e passei a relacioná-los com dor e como se fossem um problema”

Começou por consultar dermatologistas que aconselhavam tratamentos agressivos com comprimidos que, por sua vez, obrigariam a cara da TVI a fazer vários exames. Tudo isto serviu de alerta para Catarina Gouveia que começou a pensar se esses tratamentos seriam bons para o seu organismo ou não. Resultado: acabou por começar a ler, a pesquisar e a ver documentários e tornou-se mesmo “obcecada” pelo assunto, como explicou à NiT. Mas foi este percurso que fez com que decidisse curar-se através da alimentação, embora garanta que nunca optou por dietas malucas.

“Optei mesmo por eliminar tudo aquilo que podia potenciar a inflamação do meu organismo. Foi assim que eu o fiz e não me custou nada. Deixei de associar os alimentos que consumia ao prazer e passei a relacioná-los com dor e como se fossem um problema. No fundo, é um hábito e já sei que aquilo não me vai beneficiar. Apercebi-me de que os alimentos ou nos fazem mal ou nos fazem bem, não há meios termos.”

O método da atriz era simples: se sabia que o alimento lhe ia fazer mal deixava automaticamente de gostar dele e, consequentemente, de o comer. Ainda assim, salienta que foi um processo gradual.

Começou por reduzir as carnes vermelhas, depois as brancas e, mais tarde, os lacticínios. Os alimentos processados foram completamente excluídos da sua alimentação. Atualmente, tem alguns truques e hábitos que faz todos os dias que se refletem na sua boa forma. No evento do lançamento dos novos gelados da Solero de morango e ananás abriu uma exceção, já que têm apenas 49 e 50 calorias, respetivamente, e partilhou esse momento com os mais de 168 mil seguidores que tem no Instagram.

Quero sugerir uma alteração ao texto ou enviar uma mensagem ao autor deste artigo