NiTfm live

Alimentação Saudável

Batata doce ou branca: qual é a opção menos calórica?

A nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida esclarece esta dúvida.
Talvez a resposta não seja a que está à espera.

Se há uns tempos a batata doce era uma desconhecida, agora faz parte do prato de quase toda a gente que procura manter um estilo de vida saudável ou emagrecer. Já a versão convencional ou, se preferir, branca, tornou-se uma vilã. Mas será que os valores entre as duas são assim tão diferentes?

Cada 100 gramas de batata doce cozida, por exemplo, significam 112 calorias, 2,48 gramas de proteína, 25,88 de hidratos de carbono (dos quais 6,86 são açúcar), 0,13 de lípidos e 4,2 gramas de fibras.

Já a mesma quantidade da versão normal (sem casca, sem sal e cozida) contém 86 calorias, 1,71 gramas de proteína, 20 de hidratos de carbono (dos quais 0,85 são açúcar), 0,1 de lípidos e 4,2 gramas de fibras.

Primeira conclusão: no que diz respeito a calorias, a batata doce tem uma quantidade superior. A razão também é simples: contém mais açúcar.

“Contudo, tem mais do dobro da fibra, sendo esta maioritariamente fibra solúvel, o que quer dizer que confere saciedade e atrasa a absorção dos açúcares presentes. Por este motivo, a batata doce tem um índice glicémico inferior à batata comum, havendo uma maior regulação dos níveis de açúcar no sangue”, revela à NiT a nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida.

Embora tenha mais calorias, a batata doce é mais rica nutricionalmente.

E sabia que não consumir hidratos de carbono cria desregulações do açúcar no sangue, tendo tendência a sentir-se mais cansado e irritado? Por outro lado, se os incluir na alimentação diária, está a proporcionar o aumento dos níveis de serotonina. Ou seja, a sensação de bem-estar e saciedade é mais prolongada.

Este alimento é, ainda, bastante rico em beta-caroteno (percursor de Vitamina A), ajuda a fortalecer o sistema imunitário e ainda contém antioxidantes que combatem os radicais livres. A batata branca também contém este micronutrientes mas em menor quantidade.

Há apenas uma exceção: a batata convencional tem o dobro da quantidade de ácido fólico em relação à batata doce. Na prática, são 35 microgramas contra 17.

Porém, a autora do blogue NiT “Loveat” garante que “ambas as versões são boas fontes de hidratos de carbono, devendo ser consumidas em quantidades adequadas ao desgaste de cada pessoa, sendo a batata doce nutricionalmente mais forte devido ao seu índice glicémico inferior e aos seus elevados teores em vitaminas e beta-caroteno”.

Portanto, deve usar batata doce nas refeições principais mas também enquanto snack pré ou pós treino. Carregue na galeria para conhecer algumas receitas, como chips, pão, scones e empadão.