Alimentação Saudável

Atenção, fãs de sericaia: esta versão é mais saudável e pode ser feita em casa

A proposta de Ana S. Guerreiro, autora do blogue NiT "Mamã Paleo", não tem glúten nem lactose.
Foto: Madame Xícara.

Há receitas tradicionais portuguesas às quais é quase impossível escapar quando se visita uma tasca. O desconfinamento gradual depois do estado de emergência veio acompanhado pela subida das temperaturas em Portugal e são muitos os portugueses que começam a aproveitar os fins de semana para jantar e almoçar fora ou até mesmo visitar as regiões do Alentejo e Algarve para umas férias sem sair do País. 

Entre as sobremesas mais típicas que o vão tentar nestas férias, há uma que soma fãs: a deliciosa sericaia. Este doce típico do Alentejo não é, de forma alguma, amigo da dieta. A sua lista de ingredientes é dominada pelo açúcar e a farinha e apenas uma fatia pode chegar facilmente às 266 calorias (isto se não contar com a calda de ameixa adicional), segundo o site “My Fitness Pal”.

sericaia
É uma receita de Ana S. Guerreiro.

Se já começou a criar água na boca, temos boas notícias: não precisa de eliminar esta sobremesa inteiramente da sua alimentação. O ideal é seguir uma receita mais saudável, com alguns ajustes que permitem deliciar-se sem se preocupar com os quilos a mais.

A receita saudável que lhe mostramos hoje é de Ana S. Guerreiro, autora do blogue NiT “Mamã Paleo“. É uma versão da tradicional sericaia sem glúten ou lacticínios que afirma ser “muito fácil” de fazer.

Do que precisa

— Oito ovos;
— 600 mililitros de bebida vegetal (pode ser de amêndoa, coco, aveia ou arroz, por exemplo);
— Quatro colheres de sopa de açúcar de coco;
— Cinco colheres de sopa rasas de araruta (que pode ser substituída por farinha de arroz ou polvilho doce);
— Casca de meio limão;
— Um pau de canela;
— Meia vagem de baunilha;
— Uma pitada de sal;
— Canela em pó a gosto.

Como se faz 

Separe as gemas das claras dos ovos em duas taças. Bata as claras em castelo e reserve.

Ferva a bebida vegetal com a casca de limão, a vagem de baunilha, a pitada de sal e o pau de canela. Deixe arrefecer.

Bata as gemas com o açúcar até obter um creme fofo.

Retire a casca de limão, a vagem de baunilha e o pau de canela da bebida vegetal. De seguida, junte-lhe a araruta e mexa bem. Levante novamente o lume e junte as gemas batidas com açúcar. Mexa até engrossar.

Retire do lume e deixe a mistura arrefecer.

Quando estiver fria, envolva as claras no preparado e verta tudo numa forma. Cubra com canela em pó.

Leve ao forno pré-aquecido a 200 graus durante cerca de 30 minutos. 

Sirva frio. Segundo Ana S. Guerreiro, pode juntar um fio de mel, ameixas ou tâmaras, por exemplo.

Há mais alternativas de sobremesas saudáveis que pode experimentar em casa nos próximos tempos. A seguir, carregue na galeria para conhecer algumas.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT