NiTfm live

Alimentação Saudável

Afinal, é ou não saudável beber sumo de laranja ao pequeno-almoço?

A nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida revela toda a verdade.
Acabaram-se as dúvidas.

Ninguém tem dúvidas de que o pequeno-almoço é a refeição mais importante do dia. Afinal, saímos de um longo período de jejum e o corpo precisa de energia. O problema é que nem sempre escolhemos os alimentos certos. O sumo de laranja natural, por exemplo, é um dos mais controversos. Mas já lá vamos.

“O pequeno-almoço repõe os níveis de energia ao acordar, evita a fraqueza física e intelectual no final da manhã, influencia positivamente o humor e a concentração e está associado à manutenção de um peso adequado”, diz a nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida, autora do blogue NiT “Loveat”.

São também vários os estudos que indicam que saltar esta refeição poderá provocar dores de cabeça, impaciência e agressividade e hipoglicemia (descida dos níveis de açúcar no sangue que poderá provocar desmaios, suores frios, entre outros).

De acordo com a especialista, um pequeno-almoço completo deve ter presente os seguintes grupos de alimentos: lacticínios (leite, iogurte ou queijo magro); cereais (pão integral ou aveia) e fruta. 

Em vez da fruta ao natural, há quem opte por incluí-la num sumo, sendo que a versão de laranja é a mais popular em todo o mundo. E mais: está associada à prática de hábitos alimentares saudáveis, principalmente se for consumido durante o pequeno-almoço. No entanto, há algumas controvérsias relativamente ao facto de o seu consumo ser efetivamente benéfico ou não para a nossa saúde. 

Quando falamos de sumo de laranja estamos a referir-nos ao sumo de laranja natural caseiro, obtido apenas ao espremer as laranjas. 

“Este é um dos fatores que devemos ter em conta: muitos dos sumos de fruta naturais de pacote que encontramos à venda nos supermercados sofrem inúmeros processos de forma a que possam ser armazenados durante meses sem correrem o risco de se deteriorarem. Infelizmente, esses processos removem muitos compostos nutritivos da própria fruta. Por esta razão, sempre que possível, deve fazer o seu próprio sumo em casa”, alerta à NiT.

Entre os benefícios da laranja e do sumo feito em casa com esta fruta, a nutricionista destaca quatro deles:

1. É fonte de nutrientes importantes para o organismo, como vitamina C, que promove a formação óssea, cicatrização de feridas e atua como um poderoso antioxidante essencial para o bom funcionamento imunológico; folato, um nutriente essencial para o crescimento e desenvolvimento fetal e síntese de DNA; e potássio, que é responsável pela regulação da pressão sanguínea protegendo contra doenças cardíacas e derrames.

2. Também é rico em antioxidantes (como flavonóides, carotenos e ácido ascórbico) responsáveis pela prevenção do desequilíbrio oxidativo do organismo, protegendo contra doenças crónicas como doenças cardíacas, cancro e até mesmo diabetes.

3. Segundo a especialista, é bastante útil na prevenção do aparecimento de pedras nos rins graças ao seu poder de aumentar o pH da urina, tornando-a mais alcalina.

4. Sabia que também pode ajudar na diminuição da inflamação corporal? A inflamação é uma resposta normal e imune que tem como principal objetivo a proteção contra doenças e infeções. Muitos estudos avançam que a manutenção de altos níveis de inflamação a longo prazo contribui para o desenvolvimento de doenças crónicas.

Mas — e há sempre um “mas” — o sumo de laranja não está isento de calorias nem açúcar. Quando comparamos a declaração nutricional de um sumo de laranja (240 mililitros) com uma laranja (130 gramas), verificamos que o conteúdo de nutrientes é semelhante. Contudo, um copo de sumo tem menos fibras (cerca de 2,5 gramas a menos) e cerca do dobro das calorias e dos hidratos de carbono (os açúcares da fruta).

Portanto, Mafalda Rodrigues de Almeida acaba com todas as dúvidas relativamente a esta bebida tão famosa ao pequeno-almoço: “Podemos afirmar que, ao contrário das frutas inteiras, o sumo não promove o mesmo efeito de saciedade que uma laranja inteira o que poderá levar ao ganho de peso e ao aumento de açúcar no sangue.”

Há outros quatro produtos supostamente saudáveis que podem não trazer assim tantos benefícios para quem quer controlar o peso. Carregue na galeria para saber quais são.