Alimentação Saudável

Acha mesmo que sabe de que são feitos os nuggets de frango?

São um dos petiscos mais famosos no mundo da fast-food e uma solução rápida para fazer em casa. A nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida ajuda-nos a dissecá-los.
Com os nuggets, o óleo frita sempre duas vezes.

Podem ser prato principal ou um mimo extra a juntar ao menu na hora de ir a um restaurante de fast-food. Falamos dos nuggets, snacks de frango que fazem as delícias de muitos. Mas tirando o aspeto dourado, não se sabe extamente a sua composição. Afinal, são mesmo só de frango? E quanta gordura têm?

A nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida, fundadora da Loveat, respondeu a esta e outras questões da NiT. E logo para começar, uma certeza: “São geralmente feitos a partir de frango e no geral, podemos ter a ideia de que este é o seu único constituinte, no entanto, isso não é verdade”.

“O frango está presente nos nuggets. No entanto, apenas 50 por cento destes é frango, sendo a pele e o peito de frango as partes do frango que estão presentes numa quantidade maior. Ao frango são, muitas vezes, adicionados alimentos como açúcar, óleos, farinha de trigo, amido de milho e trigo, sal, entre outros, que correspondem aos restantes 50 por cento”, resume.

A receita é simples: depois de triturados todos os ingredientes, “a massa é moldada no formato em que geralmente são vendidos estes produtos, e de seguida, é panado”.

Logo neste “processo a mistura é envolvida em farinhas e preparados de ovos e leite em pó e sofre uma pré-fritura em óleo vegetal. De seguida, os nuggets são congelados e embalados para seguirem para venda”, afirma Mafalda Rodrigues de Almeida, que alerta que o uso de óleo não acontece só uma vez.

Seja em casa ou no restaurante, “para serem cozinhados os nuggets são colocados em óleo novamente para fritarem, o que lhes adiciona uma quantidade de gordura ainda maior”. É, portanto, um alimento “bastante rico em gordura, principalmente gorduras saturadas e trans”, logo os dois tipos de gordura menos saudáveis e com problemas de saúde associados, nomeadamente cardiovasculares.

Há nuggets mais saudáveis?

Num restaurante de fast-food é um pouco inevitável estarmos sujeitos ao modelo de cozinha do espaço. “Como alternativa, quando os nuggets são comprados para fazer em casa, podem ser feitos no forno”, sugere a nutricionista. Assim “dispensa-se a utilização de óleo para a segunda fritura”.

Os nuggets até podem matar a fome momentaneamente, mas o facto de serem “ricos em gordura e hidratos de carbono simples” traz outro problema. Como “não promovem saciedade”, isto faz com que “rapidamente se volte a ter fome, o que pode promover um aumento de peso”.

nuggets
Nuggets são um dos ex-libris da fast-food.

Cerca de quatro nuggets têm um valor calórico de 185kcal, “o que num primeiro olhar pode não parecer muito tendo conta todos os ingredientes que vimos em cima”, como salienta a especialista em nutrição. “No entanto, quatro nuggets, corresponde apenas a 70 gramas de nuggets, o que é cerca de metade das gramas que tem um bife. Isto faz com que se tenham que acompanhar estes com outros alimentos para que fiquemos saciados, que geralmente acabam também por não ser boas escolhas, como batatas fritas”.

Hoje em dia há cada vez mais opções vegetarianas e os nuggets não são exceção. Mas convém ter em atenção que o facto de ser vegetariano não torna a coisa automaticamente saudável. “Este tipo de produtos continua a não ser interessante e altamente processado uma vez que, à semelhança do que acontece com os de frango, a percentagem de soja é baixa, podendo nem chegar aos 15%, sendo os restantes ingredientes muito pouco interessantes do ponto de vista nutricional, como farinhas e óleos”, alerta.

Como vemos, os nuggets não são a melhor escolha do ponto de vista nutricional. Claro que que isto não quer dizer que não os possa comer de vez em quando. A alimentação também tem este lado de prazer nem sempre adequado. Por isso, o melhor mesmo é não comer com regularidade e guardar apenas para algumas exceções. Se puder acompanhar os nuggets com outras opções mais saudáveis, como vegetais a acompanhar, tanto melhor. O importante é que sejam “consumidos com moderação e incluídos numa dieta variada e equilibrada”, resume Mafalda Rodrigues de Almeida.

Carregue nas imagens e descubra estes seis snacks que não lhe estragam a dieta e provavelmente já tem boa parte dos ingredientes por casa.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT