NiTfm live

Alimentação Saudável

A sopa ajuda mesmo a perder peso?

Pode ser a sua melhor ou pior amiga — depende de si. A nutricionista Maria Gama explica-lhe tudo.
Vamos acabar com as dúvidas.

“Quando as pessoas chegam à minha consulta, já sabem que um dos temas de que vou falar é a sopa. Não obrigo ninguém a comer, mas aconselho vivamente. Acho que não há razão nenhuma para não o fazermos, muito pelo contrário”, revela à NiT a nutricionista Maria Gama.

É uma ótima fonte de vitaminas e minerais, uma vez que a sopa é feita na própria água de cozedura dos legumes, e uma forma simples de aumentar a quantidade de vegetais consumida diariamente. É por isso que este prato faz parte das nossas refeições desde pequenos.

“Se começar a refeição com sopa, tem também a vantagem de não ter tanta fome quando chega o prato principal. Já para não dizer que é uma opção super económica que podemos fazer em grande quantidade e congelar”, acrescenta.

Isto facilita imenso a vida da nutricionista quando chega a casa cheia de fome. Em vez de petiscar bolachas ou outro snack, come logo a sopa.

Além de ser uma boa refeição para a saúde em geral, há quem a utilize como um método de perda de peso. A prova disso é que foi criada uma dieta com base neste prato que promete a perda de um quilo por dia — mas não é aconselhável. Resumidamente, consiste em substituir o almoço e o jantar por sopa. Ou seja, apostar em verduras, algumas frutas e, por outro lado, diminuir a quantidade de proteína.

A sopa ajuda mesmo a emagrecer?

Este prato é baixo em calorias e rico em vitaminas, minerais e fibra. Portanto, é sempre um bom amigo nas dietas de emagrecimento. Além disso, é de fácil digestão e ajuda a regular o trânsito intestinal. Mais uma vantagem super importante: prolonga a sensação de saciedade.

Um dos estudos que comprovaram a relação entre o consumo de sopa e o processo de emagrecimento foi publicado no jornal científico “National Center of Biotechnology Information”. Revelou que pessoas que consomem uma sopa com um valor calórico baixo (cerca de 130 calorias para as mulheres e 170 calorias para os homens), antes do almoço, ingerem menos 20 por cento das calorias diárias e sentem-se igualmente saciadas, quando comparadas com as que não têm este hábito.

Porque é que isto acontece? Apesar de os líquidos serem digeridos mais rapidamente pelo estômago do que os alimentos sólidos, aqueles que são mais grossos têm um efeito diferente. Devido à sua textura, a sopa fica mais tempo no estômago. Resultado: sente-se saciado ou, por outras palavras, sem fome durante mais tempo.

Se juntar pão e salgados à refeição, o resultado já não vai ser o mesmo. Segundo os investigadores, a chave está mesmo na textura.

Só tem de escolher os ingredientes certos.

Por outro lado, pode ser a razão para engordar

“Quando falamos em sopa de legumes, deve basear-se em colocar os legumes de que se gosta (como por exemplo, cebola, courgette, nabo e cenoura numa panela de pressão), seguida de uma quantidade de água que cubra os legumes e deixar cozinhar. No fim, depois de estar cozinhado, triturar com a varinha mágica e colocar o azeite”, explica à NiT a autora do blogue “Põe-te na Linha“.

Caso o faça desta forma e não inclua os tais alimentos prejudiciais, a sopa pode ser uma ótima aliada para perder peso. O problema é que , de acordo com a especialista, opta-se muita vezes por fazer um refogado no fundo da panela de pressão e depois, sim, juntar os legumes e a água.

“Esta não é de todo a forma mais correta, já que fazer um refogado, por exemplo, com cebola, azeite e alho, aumenta o valor calórico da sopa de legumes.” Sim, é o que está a pensar: não só não emagrece, como ainda pode estar a engordar por causa deste tipo de confeção.

Que alimentos devem ser privilegiados?

Segundo a especialista, na base de legumes podem estar alimentos como xuxu, alho francês, courgette, brócolos, cenoura e cebola. Se quiser uma sopa bem cremosa, o truque passa por colocar pouca água ou mais legumes.

Por cima da sopa, por exemplo, pode pôr agrião, coentros ou espinafres. Deve ter cuidado com a quantidade de azeite adicionada.

A nutricionista Maria Gama partilhou com a NiT quatro receitas de sopas em que pode confiar durante a dieta. Carregue na galeria para tomar nota.