NiTfm live

Alimentação Saudável

A fruta que sempre teve em casa e que pode ser uma boa ajuda para emagrecer

É uma opção de lanche rico em fibra e cheio de nutrientes importantes para o organismo.
Está escondida no meio desta taça.

Não vamos mentir: não há nenhum alimento que vá fazer com que emagreça milagrosamente. O que existe são aliados no processo de emagrecimento. Ou seja, alimentos que, incluídos num plano saudável e conjugados com a prática de exercício físico, podem ser boas ajudas. Uma das mais recentes modas é uma fruta que, muito provavelmente, até tem aí por casa.

Estamos a falar de algo tão comum como a pêra. Uma peça com cerca de 148 gramas significa cerca de 96 calorias. No entanto, aquilo que faz com que seja famosa no mundo fit é o seu teor de fibra: cerca de 2,5 gramas por cada unidade.

Como a nutricionista Bárbara de Almeida Araújo já explicou à NiT, a fibra é um micronutriente essencial para o bom funcionamento digestivo, que ajuda a controlar o peso e nos deixa sem fome durante mais tempo — fazendo com que não aconteçam ataques repentinos ao frigorífico.

“A fibra também ajuda a regular a glicémia, reduz o risco de doença cardíaca e previne o aparecimento de doenças”, acrescenta a também autora do blogue “Manias de Uma Dietista”. Pode recordar neste artigo dez alimentos ricos em fibra que pode e deve incluir na dieta.

Esta fruta é também rica em vitaminas A e C, cálcio, magnésio, fósforo e potássio — nutrientes super importantes para o organismo. Portanto, quando estiver a pensar comer bolachas ao lanche, opte por uma pêra natural sem casca ou aquecida com canela, por exemplo.

Contudo, é importante saber escolher esta fruta no supermercado. “Devem ceder ligeiramente à pressão junto ao talo, sem marcas de pisadelas ou cortes. A cor vai depender da variedade”, revela à NiT a especialista.

Consumida com moderação, pode ser uma boa aliada.

Mas não se esqueça: embora a fruta seja um alimento saudável, em excesso também significa maior consumo de hidratos de carbono e açúcar. Portanto, deve ser incluída no plano alimentar de forma equilibrada, assim como qualquer outro alimento. 

“O teor de açúcar (frutose) varia e algumas têm um teor de hidratos de carbono elevado. Por isso, apesar de serem boas para a nossa saúde, em excesso podem contribuir para o aumento de peso”, explica à NiT a nutricionista Bárbara de Almeida Araújo.

Deve deixar de consumir este tipo de alimento? Nem pensar. A fruta é essencial, sendo que o ideal é comer cerca de duas a três peças por dia para garantir os seus benefícios. A sugestão da especialista é uma ao pequeno-almoço, outra a meio da manhã e incluir a última no lanche da tarde.

Quais? A NiT, com a ajuda da nutricionista Bárbara de Almeida Araújo, fez uma lista com sete frutas nas quais deve apostar se o seu objetivo for perder peso, uma vez que contêm poucos hidratos de carbono. Carregue na galeria para descobrir quais são — algumas podem ser verdadeiras surpresas.