NiTfm live

Alimentação Saudável

A especiaria que pode pôr no chá ou na água para emagrecer mais depressa

Costuma estar nos cafés, serve para decorar sobremesas e toda a gente tem em casa. Já sabe qual é?
Pode ser uma das suas melhores amigas.

É rica em fibra, manganês, cálcio, ferro e vitamina K — poderosos nutrientes para o nosso organismo. Ajuda a dar sabor em várias receitas e, mais recentemente, tornou-se o alimento mais escolhido para adicionar ao chá e ao copo de água. A razão é simples: quem segue este método garante que consegue ter resultados no processo de emagrecimento mais depressa. Falamos da popular canela.

“As suas propriedades anti-inflamatórias previnem o inchaço da barriga, e o seu tempero é conhecido por ajudar na digestão — o que pode contribuir para a perda de calorias extras”, pode ler-se no jornal brasileiro “Metro” sobre a adição desta especiaria.

Já o “News Medical Life Sciences” destaca a sua riqueza em fibra. “O tempero pode, portanto, ajudar a reduzir o desejo por comida, promovendo uma sensação de saciedade e plenitude. A canela pode aumentar o metabolismo, já que o corpo usa mais energia para processar o tempero do que em outros alimentos”, diz.

Mas há outros motivos para este alimento ser o escolhido para dar sabor ao chá e ao copo de água. Segundo a nutricionista Bárbara de Almeida Araújo, esta super especiaria está ligada ao controlo dos níveis de açúcar no sangue, aumentando a eficácia da insulina. É que, quando há picos de glicose, a sensação de fome aumenta. Resultado: vai comer excessivamente e é mais provável que faça escolhas menos saudáveis.

A canela também é conhecida pela sua ação termogénica. Isto quer dizer que o seu consumo aumenta a temperatura corporal e acaba por forçar o organismo a gastar mais energia do que seria normal. Assim, consegue queimar mais calorias e gordura, diminuindo o número de quilos na balança.

Em pau ou pó.

Contudo, é preciso ter cuidado: existem dois tipos de canela à venda nos supermercados e um deles pode ser perigoso. 

A canela do ceilão é conhecida como a canela verdadeira que é extraída da cinnamomum zeylanicum e é originária do Sri Lanka, Índia, Madagáscar e Caraíbas. É retirada da zona interna dos troncos e enrola-se em várias camadas, a cor é clara e produz um pó fino. O aroma e sabor são intensos. 

Já a cássia (ou a canela falsa), que vem quase sempre da China, é mais barata e tem uma cor um pouco mais escura do que a canela verdadeira. Se estiver a comprar pau de canela e verificar que ele se enrola apenas numa camada é porque está perante a canela falsa. 

Aquilo que as separa está, sobretudo, no teor em cumarina — uma substância com propriedades anticoagulantes. No caso da canela do Ceilão (a canela verdadeira), o teor em cumarina é baixo (0,0004 por cento). Já na cássia, é mais elevado (um por cento). Aliás, tem 250 vezes mais. 

“Isto pode ser um risco, já que a ingestão excessiva de cumarina — mais de cinco gramas em pó — por longos períodos pode ser tóxica e perigosa para pessoas que tomam aspirina regularmente, irritar o estômago, agravar úlceras e aumentar a frequência cardíaca”, alerta a também autora do blogue “Manias de Uma Dietista”.

Além de ajudar no processo de perda de peso, a canela é conhecida por ajudar a reduzir o risco de diabetes, a afastar doenças (por causa das suas propriedades anti-inflamatórias), diminuir o risco de doença cardíaca e retardar o envelhecimento (por ser rica em antioxidantes).

Há quem junte, ainda, maçã.

As receitas mais famosas para usar a canela 

Para fazer o chá vai precisar de quatro paus de canela, gotas de limão (a gosto) e um litro de água. Deve colocar a canela e a água numa panela a ferver durante dez minutos. Depois, retira os paus, deixa arrefecer e adiciona as gotas de limão antes de ingerir. Há quem consuma o chá diariamente, antes do pequeno-almoço, do almoço e jantar.

Se quiser preparar a água de canela, é igualmente fácil: coloca um pau de canela num copo de água, deixa ficar durante alguns minutos e bebe.

Embora estes dois métodos sejam os mais famosos dos últimos meses — e prometem continuar a ser —, há outras formas simples de incluir a canela na dieta. Pode incluir uma colher de chá desta especiaria nos cereais, nas panquecas, numa fruta ou sobremesa e até no iogurte. 

Mas, atenção: a canela é contra-indicada para mulheres grávidas. Mesmo que não seja o seu caso, deve ver junto do seu nutricionista se a inclusão destas bebidas é benéfica. Além disso, deve lembrar-se de que esta especiaria não faz milagres, é apenas um extra que, conjugado com uma alimentação equilibrada e exercício físico, pode ajudar.

Carregue na galeria para descobrir outros cinco ingredientes que são adicionados à água para emagrecer (nenhum deles é o limão).