NiTfm live

Alimentação Saudável

6 receitas saudáveis para comer sem parecer que está de dieta

Almôndegas com linguine de courgette, zoodles com cogumelos e camarão e tarte de cenoura e coco são algumas das 150 sugestões do livro “Dieta sem Dieta”.

Ninguém gosta de fazer dieta. São cinco letras que juntas causam pavor. Para muitas pessoas fazer dieta significa dizer adeus ao bom humor. A explicação está no prato. Quem quer perder peso costuma fazer muitas restrições na hora de comer, passa fome e morre de vontade de fazer batota.

Para continuar de bem com a vida é importante comer de forma saudável sem passar por muitas privações. A psicóloga Ana Guerreiro manteve-se positiva e perdeu 17 kg, quando decidiu mudar o estilo de alimentação e mergulhar no universo paleo.

“Só quando mudei a minha alimentação e comecei a ver a minha saúde a melhorar substancialmente é que tive realmente noção do impacto que aquilo que comemos tem no nosso corpo e até na nossa mente”, revela Ana Guerreiro à NiT.

A dieta é inspirada no paleolítico. Isso quer dizer que deve-se priorizar o tipo de comida que nossos antepassados tinham disponível. Alimentos que podiam caçar ou recolher da natureza, como carne, ovos, hortaliças, frutas, sementes, nozes e castanhas. Atividade física regular e oito horas de sono também são fundamentais.

A mudança na alimentação aconteceu quando Ana Guerreiro decidiu engravidar. Ela criou um blogue para escrever sobre bebés e crianças, mas começou a partilhar suas experiências na cozinha e teve grande repercussão. A brincadeira levou o blogue Mamã Paleo a ter 3 milhões de visitas. E o sucesso das receitas inspirou Ana a escrever o livro “Dieta sem Dieta — Saudável e em forma sem esforço”.

Não vamos mentir. Conciliar a maternidade com trabalho e alimentação saudável não é simples. O dia precisava de ter 48 horas, mas a escritora dá uma dica para dar um empurrão na dieta: “A chave está na organização. Aproveite o fim de semana para preparar logo grande parte das refeições. Pode organizar uma ementa para a semana, fazer pão, quiches, panquecas, sopas, pode congelar em doses individuais e, posteriormente, ir consumindo à medida que precisam”.

A autora garante que a maioria das receitas são rápidas de fazer. Em dez ou quinze minutos já estão prontas. E o melhor: os miúdos também podem comer. 

Carregue na imagem e conheças algumas receitas do livro “Dieta sem Dieta”.