NiTfm live

Alimentação Saudável

5 razões para ter vontade de comer coisas pouco saudáveis (e não emagrecer)

Sede e falta de vitaminas são alguns dos motivos dados pela nutricionista Mafalda Almeida, autora do blogue NiT "Loveat".
É importante mudar os hábitos.

A grande maioria das pessoas acha que fechar a boca é a solução para se atingir o peso pretendido — e a única que funciona verdadeiramente. O problema é que mesmo seguindo uma dieta à risca pode estar a cometer erros que afundam qualquer alimentação saudável.

Segundo a nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida, autora do blogue NiT “Loveat“, há pelo menos cinco razões comuns para ter desejos alimentares difíceis de controlar e que podem levar qualquer pessoa a desistir. A deficiência de vitaminas no organismo, por exemplo, pode aumentar a vontade de comer certo tipo de comida. Os maus hábitos também podem influenciar o consumo de ingredientes ricos em gordura e açúcar com maior frequência.

“Alguns estudos indicam que quando comemos um determinado alimento que nos sabe bem, esta experiência é mediada por recetores hormonais. Ao longo do tempo, estes recetores tornam-se cada vez menos sensíveis aos alimentos e é normal começar a ter necessidade de comer quantidades cada vez maiores para ter o mesmo tipo de sensação. É quase como se fosse uma resposta a uma droga”, conta à NiT a especialista.

Outro erro básico, que é uma das principais causas dos desejos alimentares, é a sede e a desidratação que ela provoca. Quando isso acontece, o corpo envia um sinal para o cérebro para avisar que está com falta de energia, mas confundimos o alerta e comemos em vez de bebermos água.

Além destes erros que podem ser corrigidos facilmente, se não praticar exercício físico, seja ir caminhar, correr, ir ao ginásio ou saltar à corda, dificilmente irá conseguir atingir o peso que deseja. 

Se já tiver uma rotina saudável e não conseguir emagrecer, carregue na galeria para descobrir o que pode estar a levar a sua dieta ao fracasso, de acordo com a nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida.