NiTfm live

Alimentação Saudável

5 coisas que nunca imaginou sobre a canela (uma delas é perigosa)

Quase todas as curiosidades são positivas, já que há uma que não é nada amiga da saúde.
Leia isto com atenção.

No pastel de nata, arroz doce, aletria, papas, no iogurte, chá ou até no café. Em pó ou em pau, a canela está quase sempre presente na nossa alimentação — e ainda bem. Afinal, ela é rica em fibra, manganês, cálcio, ferro e vitamina K, ou seja, poderosos nutrientes para o nosso organismo. Contudo, esta especiaria não serve apenas para dar sabor à comida.

Entre os vários benefícios conhecidos, o mais comentado é o facto de ser uma aliada no processo de emagrecimento. Como a nutricionista Bárbara de Almeida Araújo já explicou à NiT, esta especiaria tem uma ação termogénica.

Por outras palavras, aumenta a temperatura corporal e acaba por forçar o organismo a gastar mais energia. Como consequência, queimam-se mais calorias e gordura. Resumindo: ajuda a emagrecer.

De acordo com a autora do blogue “Manias de Uma Dietista”, a somar a isto, ajuda a estabilizar os picos de glicémia. Portanto, “funciona como um ótimo estabilizador de apetite, ideal para comer logo de manhã e para pessoas que sentem dificuldade em controlar o consumo específico de açúcar, doces e hidratos de carbono de absorção rápida”.

Porém, há outras cinco coisas que talvez não saiba sobre a canela — e uma delas pode ser prejudicial para a saúde e até perigosa. Carregue na galeria para descobrir.