NiTfm live

Alimentação Saudável

5 alimentos que nunca deve ter em casa se quiser emagrecer

A regra aplica-se também a quem está a tentar manter o peso e quer seguir uma alimentação saudável.
Afaste-se deles.

O sucesso ou a desgraça da dieta começa no supermercado. É lá que decide aquilo que quer levar para casa e usar nas suas refeições diárias. Para garantir que corre tudo bem, há uma regra fundamental: organizar a lista de compras para não se perder entre doces e produtos cheios de gordura. Segundo passo: respeitá-la até ao fim.

De acordo com a nutricionista Maria Gama, autora do blogue “Põe-te na Linha“, há cinco alimentos que nunca devem estar presentes nessa lista se quiser emagrecer, controlar o peso e, claro, manter uma alimentação saudável.

Por mais óbvios que pareçam, o que é certo é que eles acabam sempre por surgir na despensa. Portanto, o desafio é vê-los como alimentos proibidos. Tome nota de todos.

1. Batatas fritas

Sabia que apenas nove batatas fritas representam 100 calorias? Além disso, quando se começa a comer, normalmente, acabamos com o pacote sem dar por isso. O facto de as batatas fritas de pacote serem viciantes está relacionado tanto com a sua composição como com os estímulos que o seu consumo envia para o cérebro. Trata-se de um estímulo de desejo e não de prazer — este último é causado pelas endorfinas. Alguns estudos dizem que a comida, nomeadamente as batatas fritas, podem ser tão viciantes como o álcool, o tabaco ou as drogas.

2. Bolachas

“Ninguém precisa de bolachas. Nem nós, nem os nossos filhos e nem os sobrinhos. Se quiser mesmo comprar algumas bolachas, aconselho as bolachas de arroz”, conta à NiT a especialista. Porquê esta alternativa? Porque, tal como as marinheiras (a NiT já falou dos seus benefícios), têm uma lista de ingredientes bastante simples. Ou seja, não vai estragar a dieta. Cada galete tem apenas 27 calorias e menos de 0,5 gramas de açúcar. Outros tipos de bolachas, com exceção das caseiras, podem ter o triplo de calorias e açúcar.

Esqueça as bolachas à venda no supermercado.

3. Refeições congeladas

Fáceis de preparar: check. Rápidas de preparar: também. Saudáveis: nem por isso. Embora possam ser uma ajuda quando há pouco tempo para cozinhar, não são uma boa escolha para quem quer perder ou controlar o peso. Normalmente, as refeições pré-feitas contêm açúcar, sal e gordura em excesso para dar sabor. Portanto, tudo aquilo de que não precisamos. Algumas delas têm, ainda, emulsionantes e corantes que garantem o bom aspeto da refeição durante a validade.

4. Donut, croissants e semelhantes

“Este tipo de alimentos não pode fazer parte das nossas compras, nem da nossa alimentação. Eles são ricos em gordura e açúcar, tendo um valor calórico muito elevado. Por isso, nunca pode ser uma opção para o pequeno-almoço ou lanche”, garante Maria Gama. Mesmo que pense que vai comprar um donut apenas naquele dia, é mais provável que volte a fazê-lo na próxima ida ao supermercado. Precisa de ideias para um lanche amigo da dieta (e da saúde)? Já partilhámos várias receitas.

5. Molhos

A verdade custa, mas aqui vai: ao adicionar molhos às refeições, está a aumentar bastante a quantidade de gordura ingerida. É por isso que eles devem ser usados o mínimo possível, assim como os temperos. Segundo a especialista, deve optar sempre por utilizar apenas azeite ou vinagre nos pratos, evitando os concentrados de tomate e os molhos já prontos. E não se esqueça: tempere a comida com sal, alho, limão, louro, coentros ou salsa. Se não consegue mesmo viver sem molhos, pode recriar as versões saudáveis sugeridas pela NiT.

Por outro lado, há alimentos que deve ter sempre em grande quantidade em casa. Aqueles que são ricos em proteína, por exemplo, são alguns deles. Mas há mais. Para sermos mais concretos, existe lista de 13 alimentos.

Não se esqueça, ainda, de privilegiar aqueles que são ricos em fibra. Além de ajudarem a controlar os níveis de açúcar no sangue, provocam uma sensação de saciedade prolongada.

Se não tem nenhum dos alimentos proibidos em casa, escolhe alimentos nutricionalmente ricos e não consegue emagrecer, é provável que esteja a cometer cinco erros básicos, de acordo com a nutricionista Sónia Marcelo, autora do blogue “Dicas de Uma Dietista“. Carregue na galeria para saber quais são.