Alimentação Saudável

4 dicas básicas para não engordar em dezembro (sem recorrer a dietas)

Vai ser muito mais fácil do que julga — palavra da nutricionista Maria Gama.
Está pronto?

Dezembro é um verdadeiro desafio para qualquer dieta: doces da época em todas as pastelarias; refeições em família cheias de sobremesas; jantares do amigo secreto e da empresa; e, claro, supermercados que fazem questão de apresentar-nos todos os chocolates de Natal a cada corredor. Parece que engordamos só de pensar nisto tudo.

Embora sejam dias mais sensíveis para a dieta, a frase popular “perdido por cem, perdido por mil” não deve aplicar-se. Por causa deste pensamento, muita gente comete excessos entre os dias 1 de dezembro e 1 de janeiro, e não apenas na véspera e no dia de Natal.

“Não é por existir almoços ou jantares de Natal com a empresa ou amigos que temos de comer este mundo e o outro. Os eventos não podem ser uma desculpa. Mesmo que no trabalho os vossos colegas comecem a levar chocolates, rabanadas ou sonho, não se esqueça que só come se quiser e a quantidade que quiser”, alerta à NiT a nutricionista Maria Gama.

Segundo a também autora do blogue NiT “Põe-te na Linha”, ao contrário do que se julga, não é obrigatório aumentar de peso nesta época do ano. “No meu caso, nesta época costumo manter os meus hábitos alimentares diários, com excepções, como é óbvio”, acrescenta.

Para que também consiga passar um dezembro minimamente saudável, a especialista revela quatro truques essenciais. Pode tomar nota.

4 dicas básicas para não engordar em dezembro (sem recorrer a dietas)

1. Manter os hábitos

É muito importante que continue a manter a organização. Tomar o pequeno-almoço em casa, levar os snacks para o trabalho e fazer refeições principais equilibradas são apenas alguns dos hábitos que deve manter. 

2. Não arranjar desculpas

“Só comemos o que queremos. Se alguém levar para o trabalho chocolates, outro rabanadas e ainda sonhos, não significa que tem de experimentar tudo. Tente manter o foco — a desculpa de que fica mal não provar não serve.Eu também adoro certas sobremesas e não deixo de provar, mas não faço disso um hábito diário”, revela à NiT a nutricionista.

3. Fazer escolhas

São as escolhas que faz este mês que vão decidir se continua  o processo de perda de peso com sucesso ou se comete uma tragédia (ou várias) alimentar. Por exemplo, se num dia tem um jantar de empresa e quer comer uma sobremesa, no almoço do dia seguinte, em que vai ter com amigos, deixe as entradas de lado, sugere a especialista. Esta regra aplica-se às restantes refeições. 

4. Continuar a praticar exercício

Se definir este ponto como uma prioridade, não há forma de falhar. Portanto, força de vontade é a palavra-chave. O ideal é planear os treinos com antecedência, mesmo que só possa ir ao ginásio dois dias por semana. Num dia em que não consegue treinar uma hora, pratica exercício apenas durante 30 minutos. As caminhadas e corridas também são sempre uma boa ideia.

É igualmente importante ter uma lista de receitas de refeições leves e saudáveis para fazer em casa. Afinal, nos dias em que não há refeições fora, é imprescindível manter os bons hábitos.

Carregue na galeria para tomar nota de dez ideias de refeições deliciosas e amigas da dieta, sugeridas pela nutricionista Maria Gama. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT