Televisão

“Stateless”: há drama, uma seita bizarra e refugiados na nova série da Netflix

Tem seis episódios e estreia esta quarta-feira, 8 de julho. Yvonne Strahovski, Cate Blanchett e Dominic West estão no elenco.
Yvonne Strahovski é a protagonista.

Sofie (Yvonne Strahovski) está a correr desesperadamente no deserto australiano, como se estivesse a fugir de algo. É assim que começa a nova série “Stateless”, que estreia em Portugal esta quarta-feira, 8 de julho, na plataforma de streaming da Netflix. Tem seis episódios.

A protagonista, Sofie, era uma hospedeira de bordo, quando, por várias circunstâncias da vida, se juntou a uma seita que tem a dança como um dos seus elementos principais. Mas não demorou muito até que fosse expulsa desse culto, que é liderado pelo carismático casal que é interpretado por Dominic West e Cate Blanchett (uma das criadoras deste projeto).

Agora, não tem carreira nem família — que abandonou para se juntar à seita. Pior do que isso: vai parar a um centro de imigração com um passaporte alemão, apesar de ser australiana.

O que se segue é que fica encurralada nos meandros do sistema de imigração do país da Oceânia, sem soluções à vista, com métodos pouco humanitários e uma enorme burocracia estrutural.

No entanto, Sofie é apenas uma espécie de isco branco e loiro que faz com que os espectadores caucasianos (esta produção estreou originalmente na Austrália) se possam identificar e relacionar mais facilmente — em comparação com os refugiados de países exóticos, mais escuros e diferentes, que muitas vezes sofrem de preconceitos apenas por isso mesmo, seja na Austrália ou noutros países.

Assim, Sofie é o pretexto para entrarmos neste mundo onde há muitas outras pessoas a sofrerem e a passarem maus bocados. Neste centro de imigrantes, a protagonista conhece uma família afegã que abandonou o seu país para fugirem aos talibãs.

O administrador do campo é uma personagem dura e há ainda o guarda novato, Cam Sandford, interpretado por Jai Courtney. É um trabalho bem pago que precisa para sustentar a família, mesmo que a irmã ativista o odeie por ter aceitado.

Entre os seus princípios morais e o dever de cumprir as ordens do sistema e do estado, Cam vai estar também ele encurralado e dividido entre o que pode ou não fazer.

A história da família afegã vai estar sempre no fundo para mostrar como esta questão sistemática normalmente não incide sobre cidadãos australianos.

No entanto, “Stateless” baseia-se na história real de uma australiana que deu por si ilegalmente detida num centro de imigração, em 2004.

A produção realizada por Emma Freeman e Jocelyn Moorhouse mostra, no entanto, as pequenas vantagens que a personagem de Yvonne Strahovski pode usar em seu favor. É uma narrativa que questiona os sentimentos anti-imigrantes tão presentes em tantas partes do mundo — e que mostra como os sistemas estão muitas vezes a condenar estas pessoas que, por si só, já viveram vidas muito difíceis nos respetivos países.

O elenco inclui ainda Asher Keddie, Fayssal Bazzi, Marta Dusseldorp, Darren Gilshenan, Kate Box, Maria Angelico e Rachel House, entre outros.

Cate Blanchett e Dominic West interpretam um casal.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT