Televisão

“Sente o Ritmo”: que filme desconhecido é este que chegou ao topo da Netflilx?

A comédia familiar mistura dança, humor e algum drama. É o novo fenómeno da plataforma e destronou "365 Dias".
Agora tente não dançar.

Por mais polémico que seja, é inegável que o filme erótico “365 Dias” foi um estrondoso sucesso. Só que ao fim de várias semanas no primeiro lugar do ranking dos conteúdos mais vistos na plataforma, viu-se finalmente ultrapassado. O novo líder não podia ser mais diferente: uma comédia/drama com uma forte componente musical — e sem cenas de legalidade duvidosa.

“Sente o Ritmo” estreou a 19 de junho e precisou de alguns dias para ganhar tração. Agora, a comédia familiar conquistou o lugar no topo, à frente de títulos com bastante mais impacto, casos de “The 100”, “The Sinner” ou “Snowpiercer”.

Com um elenco de caras (mais ou menos) desconhecidas, o filme esconde um pequeno segredo no título e uma protagonista com muitos talentos — e uma banda sonora de êxitos pop. A fórmula certa para pôr os miúdos sentados em frente à televisão. Ou a dançarem.

A história

Sofia Carson é April, uma jovem dançarina com um ego enorme e o sonho de se tornar numa estrela da Broadway. O plano desaba quando, antes de uma audição, rouba o táxi a uma mulher que, mais tarde, percebe que é precisamente a produtora da peça — e que promete acabar-lhe com a carreira depois de, num acidente, April a ter empurrado do palco. Assim faz.

A protagonista é forçada a regressar à pequena cidade onde nasceu. É ali que vai aprender uma lição, quando toma o comando de um grupo de miúdas com pouco jeito para a dança. Pelo caminho, há ainda espaço para um reencontro com o ex-namorado.

A comédia dramática aposta em diversos momentos de humor e de cenas musicais, com direito a uma banda-sonora cheia de êxitos pop.

Ao lado de Carson, está Donna Lynne Champlin, atriz da Broadway e uma das protagonistas da série “Crazy Ex-Girlfriend”. Conta também com Marissa Jaret Winokur, vencedora de um prémio Tony e Enrico Colantoni, uma das personagens de “Veronica Mars”.

O segredo do nome “Sente o Ritmo”

A explicação é dada pela própria e assenta numa das cenas do filme. A certa altura, April pergunta a uma das crianças do grupo, que é surda, como é que consegue dançar se não consegue ouvir a música. A resposta é simples: “Sinto as vibrações”.

“Acho que muitas pessoas não sabem isso, mas o filme recebeu este nome porque a Shaylee e a sua personagem sente literalmente a batida”, revela Carson em entrevista.

A atriz Shaylee Mansfield foi escolhida propositadamente para o papel pela realizadora Elissa Down, cujo irmão é autista e também comunica através de linguagem gestual. “O irmão dela nunca se viu espelhado num filme ou na televisão. Nunca se identificou ou sentiu incluído”, explica a atriz, que também teve que aprender linguagem gestual. “[A Shaylee] queria que fosse tudo o mais real e genuíno possível”.

A protagonista

Não é cara de blockbusters, embora tenha uma carreira firme a bordo do comboio do Disney Channel. Mais conhecida pelo papel de filha da rainha má em “Descendentes” — a fantasia musical da Disney que já deu origem a três filmes.

Aos 27 anos, não só interpreta como dança e canta. Descendente de uma família de políticos colombianos, a norte-americana nascida em Fort Lauderdale, na Florida, fez sempre um pouco de tudo. Não surpreendeu ninguém que depois da aparição em “Descendentes”, fosse ela a escolhida para emprestar a voz à banda-sonora.

“Sente o Ritmo” é o primeiro grande papel fora da caixa infantil da Disney. Mas nunca teria existido caso não tivesse brilhado na saga, já que a pessoa que a escolheu no casting foi precisamente a mesma.

“Apaixonei-me pelo papel. Fez um clique e batia certo. Parte do processo da audição envolvia uma cena com as miúdas [do elenco] (…) e muitas delas eram fãs de ‘Descendentes’”, revela em entrevista à “Stylecaster”

Habituada a dançar desde os três anos, o papel de dançarina e coreógrafa não foi um desafio assim tão complicado. “Treinei dois meses antes do filme, para estar bem fisicamente e perceber como é ser uma dançarina de competição (…) Claro que o mortal do filme não fui eu que o fiz”, confessa.

Ao lado da carreira como atriz, Carson também canta. Começou em 2015 e é a voz principal das bandas-sonoras da saga e de “A Cinderella Story: If the Shoe Fits” — e alguns dos seus temas chegaram mesmo ao topo da Billboard nos Estados Unidos.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT