Televisão

Quem é o Baby Yoda, a criatura de “Star Wars” que está a enlouquecer os fãs?

É um dos maiores destaques de “The Mandalorian”, a primeira série em imagem real da saga, que estreou na Disney+.
É o maior fenómeno da Internet do último mês.

Em Portugal estivemos pacientemente à espera pelo novo filme da saga de “Star Wars”, “Star Wars: A Ascensão de Skywalker”, que estreou a 19 de dezembro. Mas nos EUA, no Canadá, na Austrália ou na Holanda, entre outros países, só se falava de uma personagem de “The Mandalorian”, a primeira série em imagem real deste famoso universo de ficção científica.

A produção estreou a 12 de novembro com o lançamento da plataforma de streaming Disney+, que só deverá chegar a Portugal no final de março de 2020. Foi criada por Jon Favreau, que trabalhou de perto com George Lucas, o responsável original por “Star Wars”.

A primeira temporada tem oito episódios e um elenco com Pedro Pascal, Kyle Pacek, Brendan Wayne, Tait Fletcher, Bernard Bullen, Alexandra Manea ou Werner Herzog, entre outros.

A história foca-se, como o nome indica, num guerreiro Mandalorian — uma espécie de novo Boba Fett —, que é um caçador de recompensas. Pedro Pascal interpreta o protagonista que tem como missão recuperar vivo (ou assassinar) um misterioso e importante alvo. Só que quando descobre quem — e como — é, o Mandalorian muda de objetivo e passa a querer protegê-lo.

Esse alvo, que tem 50 anos de vida nesta história, já se tornou mais popular do que a própria série — que ainda nem um mês tem. Falamos de Baby Yoda, uma criatura fofinha e bebé parecida com o icónico Yoda. O boneco tem dominado as redes sociais nas últimas semanas.

Quem é o Baby Yoda?

Baby Yoda é denominado pela série, na verdade, como The Child (ou A Criança, em português). Ele é o alvo que o Mandalorian tem de capturar, morto ou vivo, mas que o protagonista deixa vivo e tenta proteger. Tem 50 anos, sendo que estes seres podem viver até aos 900.

Toda a espécie de Yoda — cujo nome nem sequer conhecemos — tem estado envolta num grande mistério desde o início da saga, em 1977. Não sabemos de que planeta ou de que zona da galáxia é que vêm, nem há qualquer tipo de background. O objetivo foi sempre manter esta aura mística provocada pela ausência de informação. E o Baby Yoda só tem contribuído para aumentar ainda mais a curiosidade.

Além de Yoda — e agora de Baby Yoda —, só existe um ser desta espécie em toda a saga. É Yaddle, uma guerreira jedi que fazia parte do Jedi Council. Era conhecida por ter uma enorme paciência e simpatia, além de ter um uso letal e domínio total da Força.

Parece ser uma característica comum a todos os seres desta espécie. Além de Yoda e Yaddle, Baby Yoda demonstra o talento para usar a Força em “The Mandalorian”. Não consegue falar, mas já faz mexer vários objetos.

Pouco mais se sabe sobre a personagem — apesar de não faltarem teorias de fãs na Internet. Uma das hipóteses é que seja o filho de Yoda, mas não há provas que sustentem essa possibilidade — além de o facto de o contexto temporal, tendo em conta a cronologia de “Star Wars”, permitir isso.

Baby Yoda domina a Internet

Desde que estreou o primeiro episódio de “The Mandalorian”, a 12 de novembro, que o fofinho Baby Yoda tem sido usado nas redes sociais de forma constante — seja em gifs, memes ou simplesmente como tópico de conversa entre fãs curiosos de “Star Wars”. Parecendo que não, atualmente é um dos maiores fatores para algo se tornar tão famoso na cultura pop.

A conta de fãs de Baby Yoda tem quase 160 mil seguidores no Twitter, por exemplo. Já há milhões de posts em todas as redes sociais sobre esta criatura tão misteriosa quanto adorável.

The Child é a denominação atual de Baby Yoda.

A Força de Baby Yoda como produto de merchandise

Como qualquer pessoa deve imaginar, o merchandise é um dos setores mais importantes para as finanças da Disney, empresa que detém a marca “Star Wars”. Obviamente, Baby Yoda será uma máquina de fazer dinheiro em todo o mundo, mesmo que “The Mandalorian” ainda só tenha estreado nalguns países.

No entanto, para surpreender os fãs que assistiam à produção, Jon Favreau teve de convencer as equipas de marketing e os executivos da Disney a adiarem a venda do Baby Yoda — para não ser incluído no primeiro lote de produtos de “The Mandalorian”. 

Assim, só nos últimos dias é que foram disponibilizadas T-shirts, sacos de pano ou capas de telemóvel, entre outros itens. Estes produtos, claro, ainda não se encontram à venda em Portugal. Contudo, como os fãs são tão dedicados, já há algumas semanas que existe merchandise não oficial — feito por admiradores da saga — à venda online (sobretudo com frases de bebé ditas à maneira típica de Yoda). A versão Funko Pop de Baby Yoda já é o boneco mais vendido da Amazon e só estará disponível a partir de maio.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT