Televisão

Crítica: as nossas personagens preferidas de “This Is Us” ficaram em pausa

Deja é a única verdadeira protagonista desta semana mas toda a sua vida é apoiada por memórias semelhantes dos Pearson.

Também fazemos essa cara às piadas de Randall.
78

This Big, Amazing, Beautiful Life (Esta Grande, Incrível, Linda Vida)”, assim se chama o episódio desta semana — transmitido pela Fox Life na quinta-feira, 8 de março — e é todinho dedicado a Deja. Para apreciá-lo, é preciso aceitar que as restantes personagens estão em pausa. Não é fácil, bem sei, já não basta tudo o que aconteceu a Jack, nem lhe ouvimos a voz desta vez? Não se faz, “This Is Us”.

Contudo, é preciso reconhecer que mesmo estas coisas a série sabe fazer bem e não é a primeira vez — lembram-se do episódio para contextualizar William? Este segue a mesma linha. Percebemos como Deja cresceu, o que lhe aconteceu, como foi parar a casa de Beth e Randall e todas as reações que teve durante a estadia por lá passam agora a fazer todo o sentido.

A mãe teve-e aos 16 anos e nunca soube assumir essa responsabilidade, a avó de Shauna era o grande apoio mas morreu quando Deja ainda era pequena, a miúda sempre teve de ser mais adulta do que a própria mãe. “O que é que eu faria sem ti?”, diz-lhe várias vezes Shauna e isso resume a relação das duas.

Seguiram-se episódios em casas de acolhimento e reencontros com Shauna — afetuosos, é verdade, mas ela estava sempre mais interessada noutro tipo de relações. Arranjou então um namorado, a coisa depressa passou de cor de rosa a negra e ela acabou presa, apanhada com a arma dele no carro. Lembram-se? Foi assim que a conhecemos naquela ida de Randall à prisão.

Em “This Is Us”, a edição e a sequência das cenas têm sempre um papel poderoso. Aqui mais do que nunca porque, apesar de vermos muitas pessoas e termos muitas idas ao passado, há pouquíssimas personagens que falam sequer. Não se sente falta de nada disso porque a história é incrivelmente bem ilustrada. Todos os momentos importantes da vida de Deja vão sendo apoiados por outros semelhantes vividos por Jack, Rebecca, Kevin, Kate, Randall e até William. Por exemplo, quando Shauna está em trabalho de parto, recuamos até ao dia em que Rebecca fez o mesmo ou em que Beth teve Tess no chão da sala. As várias gerações e famílias a lerem “Goodnight Moon” é uma das cenas mais tocantes e é possível que todos nós, de uma forma ou de outra, nos consigamos reconhecer algures.

Na semana passada, a viagem de Randall e Beth a Las Vegas terminou com os dois a descobrirem Deja e a mãe a dormirem no carro. Percebemos agora como isso aconteceu — a tonta da Shauna e o namorado delinquente, what else? — e daí partimos para uma noite com uma refeição caseira, um jogo de Uno e uma cama em casa dos Pearson.

Aquele momento fofinho em que Deja tem de ouvir as piadas falhadas de Randall e partilha com ele algumas das suas preocupações parece dar por terminada esta jornada. Mas não, pobre Deja não sabe que no andar de baixo Shauna faz as malas e se prepara para deixá-la. Tem de ir e não pode levá-la. Bonito. Randall está em choque e duvido muito que que a deixe sair facilmente mas isso será desvendado daqui a uma semana.

Só para terminar, há uma boa e uma má notícia para si. Começamos pela boa? Daqui a sete dias Kate casa-se e a previsão é que haja enxurrada de lágrimas e vendaval de soluços. A má é que falta apenas um episódio para a segunda temporada de “This Is Us” chegar ao fim. Sim, um.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT