Televisão

Al Pacino é um caçador de nazis na nova série viciante desta semana

Chama-se “Hunters” e é um projeto da Amazon produzido por Jordan Peele, o autor de “Get Out”.
É o maior papel da carreira de Al Pacino na televisão.

Passados mais de 70 anos, a Segunda Guerra Mundial mantém-se um tema bem presente na sociedade e, por isso, continua a ser retratado com regularidade na ficção, seja em livros, filmes ou noutros formatos. Neste artigo falamos de uma série de televisão, “Hunters”, que estreia precisamente esta sexta-feira, 21 de fevereiro.

Por vezes é bom existir uma narrativa linear, sem grandes preocupações existenciais, em que simplesmente os bons são os bons — e os maus são os maus. É isso que acontece nesta produção americana da Amazon Prime (já disponível em Portugal na respetiva plataforma de streaming).

Tal como em “Sacanas Sem Lei”, filme de Quentin Tarantino, o enredo foca-se numa equipa que tem um e só objetivo: caçar nazis. A história passa-se na Nova Iorque de 1977, três décadas depois do fim da guerra e da tomada da Alemanha, mas ainda há antigos oficiais de Hitler escondidos e à espera de serem capturados.

Al Pacino é Meyer Offerman, o líder deste grupo de vigilantes, que descobriu que existe uma célula nazi ativa em Nova Iorque a operar de forma clandestina. A sua missão é simplesmente erradicá-la de vez.

Muitas das personagens vão aprender ao longo dos episódios — no total, a primeira temporada tem dez — que não se pode negociar com nazis. Isso vai originar cenas implacáveis (mas também divertidas) de violência, tal como, aliás, no exemplo já referido de “Sacanas Sem Lei”, que pode envolver transformar o chuveiro da casa de um nazi numa câmara de gás pessoal, entre tantas outras coisas.

Também é um tema politicamente relevante, por causa da tendência global da ascensão dos populismos de extrema-direita — e nesta série a mensagem é bastante clara: não há nada que negociar nem pode haver misericórdia com fascistas.

O projeto da Amazon foi produzido por Jordan Peele, o autor de “Get Out” e “Nós”, mas a grande mente por trás de “Hunters” é mesmo o produtor executivo, argumentista e showrunner David Weil. Este é um tributo à sua avó, uma sobrevivente do Holocausto.

Enquanto miúdo, passou horas e horas a escutar as suas histórias, e só as conseguia entender realmente quando colocadas num contexto mais infantil. “Eu via essas histórias como histórias de banda desenhada, de um grande bem contra um grande mal.” E, lá está, é essa perspetiva que existe declaradamente em “Hunters”.

Além de Al Pacino, o elenco inclui Logan Lerman, Lena Olin, Jerrika Hinton, James Le Gros, Dylan Baker, Kate Mulvany, Louis Ozawa, Tiffany Boone, Greg Austin, Josh Radnor, Carol Kane, Saul Rubinek e Jeannie Berlin, entre outros.

Esta é a primeira participação de Al Pacino numa série (sem ser o pequeno projeto, com poucos episódios, “Angels in America”) desde a sua estreia na carreira em 1968, quando apareceu num capítulo de “N.Y.P.D.”.

No Rotten Tomatoes, site que aglomera as classificações da imprensa especializada, “Hunters” tem 68% de textos positivos.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT