Teatro e exposições

Os antigos letreiros e néons de Lisboa estão numa exposição com entrada grátis

A mostra iria ser inaugurada em março, mas a pandemia obrigou a que fosse adiada. Fica até 12 de julho em Alvalade.
Vai estar disponível durante as tardes.

É possível que se recorde de uma exposição que houve em Lisboa em 2016, no Convento da Trindade, e que juntava alguns dos mais antigos (e icónicos) letreiros e néons da capital portuguesa. O objetivo passava por preservar a memória gráfica da cidade, de estabelecimentos que já fecharam e cujos letreiros se perderam no tempo — ou em lixeiras — perdendo-se o rasto e a história de cada espaço. 

Quatro anos depois, chega uma mostra do mesmo género e da mesma organização, o projeto Letreiro Galeria. Era suposto ter sido inaugurada em meados de março, como parte da programação do Abecedário Festival da Palavra, mas a pandemia obrigou a que fosse adiada — a mostra “Luzes da Cidade” vai poder ser visitada na Stolen Books, em Alvalade, a partir de 25 de junho.

O projeto é encabeçado por Paulo Barata e Rita Múrias, designers que têm recolhido estes néons e letreiros à medida que os espaços vão fechando — a ideia é construírem uma coleção que um dia possa estar num museu, mas por enquanto vão fazendo exposições.

Nesta mostra vai haver ainda uma zona dedicada ao bairro de Alvalade, com destaque para estabelecimentos da Avenida de Roma e Avenida da Igreja.

A entrada é gratuita e a exposição estará aberta entre as 15 e as 19 horas, de quinta-feira a domingo, até 12 de julho.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT