Música

Dinheiro dos bilhetes de festivais cancelados só será devolvido em 2022

O governo proibiu a realização destes eventos até ao dia 30 de setembro.
Por enquanto, é fornecido um voucher.

Os portadores de bilhetes para festivais de música deste ano que foram cancelados devido à pandemia do novo coronavírus, só poderão pedir a devolução do dinheiro gasto com esses bilhetes em janeiro de 2022.

A regra é semelhante à de cancelamento de viagens turísticas. Os portadores de bilhetes para estes festivais podem pedir um vale “de igual valor ao preço pago” pelo ingresso, que terá validade até ao dia 31 de dezembro de 2021, noticia o “Dinheiro Vivo”.

O vale atribuído pode ser utilizado na compra do bilhete para o mesmo espetáculo, na data futura, ou “para outros eventos realizados pelo mesmo promotor”. Se o vale não for utilizado até ao dia 31 de dezembro de 2021, é possível pedir o reembolso em janeiro de 2022 do mesmo valor. No caso de seguros adquiridos, mantêm-se no voucher.

Os promotores de espetáculos são obrigados a informar: “o cancelamento do espetáculo ou a nova data para a sua realização; o local, físico ou eletrónico, o modo e o prazo para emissão de vale; todos os espetáculos a realizar pelo mesmo promotor, até 31 de dezembro de 2021, que permitam a utilização dos vales emitidos, bem como o local, físico e eletrónico, o modo e o prazo para utilização do mesmo; a lista das agências, postos de venda e plataformas de venda eletrónica de bilhetes que permitam a utilização do vale; e o local, físico ou eletrónico, o modo e o prazo de reembolso do vale não utilizado.”

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT