Música

Let’s Go Local: EDP desafia artistas a reinventarem os festejos tradicionais portugueses

Do folclore ao cante alentejano, a iniciativa procura apoiar a cultura do País no âmbito do movimento Portugal #EntraEmCena.
Inscreva-se e apoie a cultura nacional.

A pandemia mundial do novo coronavírus trouxe tempos de exceção que alteraram completamente a dinâmica do setor da cultura e dos eventos no nosso País. Com grandes eventos culturais cancelados e salas com dificuldades em reabrir, os espetáculos convencionais tornaram-se simplesmente impossíveis e o setor teve mesmo de se adaptar.

Numa iniciativa inédita que pretende apoiar a cultura portuguesa, a EDP decidiu lançar um desafio a todos os artistas nacionais. Chama-se Let’s Go Local e faz parte do movimento Portugal #EntraEmCena, que foi lançado em abril.

Assim, a EDP desafia os artistas a reinventarem a música tradicional portuguesa – num conceito criativo para celebrar a cultura do nosso País. Do cante alentejano à música popular ou ao folclore, o objetivo é dar uma nova vida a estes símbolos da cultura portuguesa. Para participar basta enviar um vídeo com a atuação e indicar o local e as necessidades técnicas para a concretização da ideia.

Tem até dia 19 de junho, sexta-feira, para enviar tudo para o site do Portugal #EntraEmCena. As ideias que refletirem melhor a essência da música popular portuguesa poderão mesmo ser apoiadas e implementadas ainda no decorrer deste ano.

“Este é um ano desafiante e todos tivemos que nos adaptar a uma nova realidade. Também a EDP teve que se reinventar no seu apoio à música. Agora, mais do que nunca, é importante estar ao lado dos portugueses, apoiar o que é nosso, a nossa música e a nossa cultura e por isso, a EDP decidiu investir neste território. Com esta iniciativa, queremos desafiar todos os artistas de música tradicional portuguesa a apresentarem a sua ideia para levar a música a vários recantos do nosso País”, explica Paulo Campos Costa, diretor de Marca, Marketing e Comunicação da EDP.

No Portugal #EntraEmCena, as marcas, empresas, fundações e entidades públicas juntam-se aos artistas de todo o País, num verdadeiro movimento nacional pela cultura portuguesa nesta altura bastante crítica para o setor.

A plataforma permite que os artistas possam lançar ideias e conseguir investimentos para as fases de conceção e desenvolvimento dos projetos. Também as marcas e empresas privadas e públicas podem encontrar talentos e lançar desafios ao desenvolvimento de novos projetos artísticos – escolhendo alguns deles para financiar.

Este artigo foi escrito em parceria com a EDP.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT