Música

Afinal, era tudo mentira: Michael Bublé não acabou mesmo a carreira

O representante do cantor canadiano desmentiu tudo a vários meios de comunicação internacionais.

Temos novidades, malta.

No domingo, 14 de outubro, o mundo parou depois de Michael Bublé ter anunciado o final da carreira. Porém, os fãs podem voltar a respirar: afinal, não passou tudo de um mal-entendido. O representante do cantor canadiano desmentiu a notícia.

“Os rumores sobre o Michael ter anunciado o fim da carreira são completamente falsos. Pedimos a todos que não divulguem mais essa informação e que excluam as notícias que já foram publicadas”, afirma Michelle Larson à “Entertainment Tonight“.

De acordo com a mesma publicação, quando o artista revelou ao jornal britânico “Daily Mail” que estava farto do “narcisismo” das celebridades e queria passar mais tempo com o filho Noah de cinco anos que venceu uma doença oncológica, não se referia a pôr fim à carreira.

Ao que parece, o cantor de 43 anos “estava a referir-se às emoções que sentiu durante a batalha do filho contra a doença”. O que é estranho, porque na entrevista Bublé foi bastante explícito: “Esta foi a minha última entrevista, vou-me retirar.”

Até ao momento, Michael Bublé não publicou nenhuma nota oficial sobre o assunto. Sabe-se, sim, que em novembro é lançado o seu mais recente trabalho, “Love”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT