Livros

Vai nascer um centro de literatura em Lisboa (com a coleção de Alberto Manguel)

O escritor, ensaísta e tradutor argentino vai mudar-se para a capital portuguesa.
Alberto Manguel vai doar os livros da sua biblioteca pessoal.

Ao longo dos seus 72 anos, o escritor, ensaísta e tradutor argentino Alberto Manguel tem vindo a colecionar um espólio de cerca de 40 mil livros, de ficção e não ficção. Agora, o ex-diretor da Biblioteca Nacional da Argentina vai mudar-se para Lisboa para abrir o Centro de Estudos de História da Leitura.

O protocolo será assinado entre Manguel e o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, este sábado, 12 de setembro, na Feira do Livro de Lisboa. O futuro centro dedicado à literatura irá ficar no Palacete dos Marqueses de Pombal, na Rua das Janelas Verdes, na zona de Alcântara.

O espaço terá uma área de cerca de 600 metros quadrados, onde serão instaladas zonas de leitura, de escrita e de eventos. Antes, o palacete vai receber obras de remodelação profundas que irão demorar entre 16 e 24 meses. O Conselho Honorário do centro irá integrar autores conceituados internacionalmente, como Salman Rushdie, Margaret Atwood, Olga Tokarczuk, Chico Buarque e o poeta e cardeal português Tolentino de Mendonça.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT