Cinema

Quer fazer um filme para a Netflix? Aqui tem uma oportunidade

Já encerraram as inscrições para o concurso que a plataforma de streaming lançou em Portugal, mas existe outra hipótese.
O concurso internacional vai até 6 de julho.

Foi a 1 de junho que encerraram as inscrições do concurso que a Netflix e o Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA) lançaram no final de abril para argumentistas portugueses. No total, houve quase 1200 candidaturas e os vencedores serão anunciados até 30 de julho no site do ICA.

O objetivo é premiar os dez melhores projetos de séries de ficção ou documentário, apresentados por “argumentistas e autores residentes em Portugal”.

De acordo com o regulamento oficial, publicado na página do ICA, foram aceites no máximo duas candidaturas por autor e projetos em co-autoria de até cinco pessoas.

Haverá uma pré-seleção de dez projetos feita por um painel de cinco jurados, mas será a Netflix a escolher os melhores projetos a financiar. Os cinco melhores irão receber 25 mil euros, enquanto os restantes terão prémios de seis mil euros.

O valor total do concurso é de 155 mil euros e o júri é composto pela diretora de conteúdos da Netflix de Espanha, Verónica Fernández; pelo responsável pela comunicação da Fundação Calouste Gulbenkian, Luís Proença; o escritor Possidónio Cachapa; a jornalista Isabel Lucas e o realizador Jorge Paixão da Costa.

A Netflix pode escolher produzir algum dos projetos, “sem assumir nenhuma obrigação presente a esse respeito”. Caso não dê continuidade, “os autores mantêm todos os direitos sobre a obra”. 

Os projetos submetidos serão avaliados tendo em conta a qualidade da ideia principal do argumento e a qualidade do desenvolvimento da escrita do mesmo.

“Estamos muito satisfeitos por poder colaborar com o Instituto do Cinema e do Audiovisual numa iniciativa que visa apoiar e estimular o grande talento da comunidade criativa portuguesa. Acreditamos firmemente que grandes histórias estão para chegar e podem seguir para qualquer lugar, e estamos confiantes de que este concurso abrirá novas janelas de inspiração e oportunidades para os criadores”, explicou em abril Diego Ávalos, vice-presidente da área de conteúdos originais da Netflix em Espanha.

Se não foi a tempo de participar neste concurso ou gostaria de ter outra oportunidade, vale a pena conhecer uma iniciativa da Imagine Impact, um projeto de Ron Howard e Brian Gazer, que tem como objetivo ajudar criadores de todo o mundo.

A Imagine Impact, fundada há dois anos, fez um acordo com a Netflix para identificar e ajudar a desenvolver boas ideias para filmes, em quatro géneros específicos, ao longo dos próximos meses. A primeira parte deste projeto arrancou esta quarta-feira, 17 de junho, e é para filmes de “grande escala de ação e aventura para todos os tipos de público”.

As inscrições são aceites até 6 de julho e qualquer pessoa pode enviar um guião escrito por si. Os criativos cujas ideias forem selecionadas serão apresentados à Netflix. A plataforma de streaming pode escolher pegar num ou mais projetos. Nesse caso, o argumentista será pago pela ideia (que passará a pertencer à Netflix) e terá o apoio de um mentor experiente da Imagine Impact, que vai ajudar a desenvolver o primeiro rascunho do guião. Todo o processo pode ser virtual e são aceites candidaturas de todo o mundo, desde que a história seja falada em inglês.

Em julho, setembro e novembro vão abrir outras categorias deste acordo da Imagine Impact com a Netflix, para outros géneros de filmes (ainda não divulgados), e o processo vai decorrer da mesma forma. Pode saber todas as informações na página oficial da iniciativa.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT