televisão

O documentário polémico de Michael Jackson chega em março a Portugal

"Leaving Neverland” estreia na HBO e fala sobre os casos de pedofilia em que o cantor poderá ter estado envolvido.
O documentário estreou em Sundance em janeiro.

Estreou em Sundance no final de janeiro e foi um dos filmes mais falados do festival. “Leaving Neverland”, o documentário polémico obre os crimes de abuso sexual de menores que, alegadamente, Michael Jackson terá cometido ao longo da carreira, chega a agora a Portugal. Poderá ser visto na nova plataforma da HBO já em março.

O documentário estreia no serviço de streaming dia 8. Está dividido em duas partes e tem um total de quatro horas. O projeto centra-se sobretudo nos testemunhos de Wade Robson (agora com 36 anos) e James Safechuck (de 40 anos), duas das pessoas que alegam terem sido vítimas do cantor. “Leaving Neverland” tem descrições explícitas.

O músico — que foi acusado em 1993 e 2003 por abuso sexual de menores — sempre negou os crimes. Segundo o site “Deadline“, a família do ícone pop reagiu ao documentário, afirmando que se trata de um “linchamento público” e “um assassinato de uma personalidade”, sendo que “Michael já não está cá para se defender”.

O filme estreia nos Estados Unidos a 3 de março. O primeiro trailer oficial foi lançado a 19 de fevereiro e conta com mais de um milhão de visualizações no YouTube. “Ele disse-me que, se eles descobrissem o que estávamos a fazer, ele e eu iríamos para a cadeia”, conta Robson no teaser do documentário.

Reveja o artigo da NiT sobre quatro momentos chocantes do documentário de Michael Jackson sobre os casos de pedofilia.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT