Cinema

Netflix reabre cinema histórico em Nova Iorque para exibir os seus filmes

A plataforma de streaming quis manter o Paris Theater vivo e atual, depois de o usar para exibições especiais.
O cinema tinha fechado em agosto deste ano.

Há quem diga que o streaming está a matar o cinema — e esse é um tema complexo e subjetivo que pode ser discutido. Neste caso, porém, aconteceu exatamente o oposto: a Netflix reabriu o cinema histórico Paris Theater, em Nova Iorque, nos EUA, para exibir os seus filmes originais. O espaço, que foi fundado em 1948, tinha fechado durante este verão.

A plataforma de streaming, tradicionalmente ligada às séries, tem apostado cada vez mais nos filmes. “O Irlandês”, “The King”, “American Son” ou “Dolemite is My Name” são apenas alguns dos exemplos mais recentes.

Com isso veio também o interesse dos realizadores que fizeram filmes para a Netflix de terem as suas obras projetadas no cinema. A empresa tem fechado diferentes acordos para que as suas produções sejam exibidas de forma limitada em vários países, mas tem sido difícil estabelecer parcerias com algumas das maiores distribuidoras — mesmo nos EUA.

Assim, esta poderá ser uma estratégia viável para a Netflix, de exibir filmes em cinemas históricos de rua — o que agrada aos realizadores e cineastas e também ao público aficionado — e também cumpre as sessões mínimas para que os projetos possam ser elegíveis aos prémios do cinema, como os Óscares.

A Netflix também irá usar o Paris Theater para eventos especiais e exibições exclusivas — algo que já fazia há algum tempo. E também está em cima da mesa que sejam feitos ciclos de cinema, dedicados a realizadores, que possam incluir produções que não sejam originais da plataforma.

Este ano, a revista “Deadline” tinha noticiado o interesse da Netflix em comprar outro cinema histórico, o Egyptian Theater, em Los Angeles. O futuro poderá ser ter vários destes espaços para aumentar a sua escala e reputação.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT