Cinema

Michael B. Jordan esteve na linha da frente dos protestos nos Estados Unidos

A estrela de "Black Panther" foi uma de muitas celebridades que saíram à rua em protesto pela morte de George Floyd.

A morte de George Floyd às mãos da polícia norte-americana continua a servir de rastilho para centenas de protestos e manifestações que têm inundado as ruas de dezenas de cidades. Em São Francisco, mil manifestantes reuniram-se na baixa da cidade para ouvir as palavras de Jamie Foxx. Escondido na multidão estava outro nome conhecido: Michael B. Jordan.

O protagonista de “Black Panther” e “Creed” foi visto de cara tapada e quase passava despercebido. Nas redes sociais, tem sido um dos atores mais interventivos na questão racial suscitada pela morte — mais uma — de um negro, vítima da brutalidade policial. 

“Demasiadas pessoas olham para nós como inimigos públicos, alguns olham para nós como humanos, mas ainda assim temos que ser super-humanos para sobreviver. Temos que planear, organizar, treinar-nos a nós próprios à medida que exigimos mais. Uma detenção não é suficiente. Isto é apenas o começo”, disse no Instagram.

Entre a multidão encontravam-se também outros nomes famosos, como Ariana Grande. John Cusack ou Nick Cannon.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT