Cinema

Como ganhar um Óscar em poucos minutos (uma espécie de lusco fusco)

Anthony Hopkins será para sempre Hannibal Lectoer, o canibal intelectual de "SIlêncio dos Inocentes." Foi tão credível que ganhou o Óscar de Melhor Ator Secundário, apesar de, ao todo, não ter aparecido mais que 15 minutos no filme. Este ano, Michelle Williams pode repetir a proeza conseguida por poucos atores de Hollywood.

Quando o famoso realizador Sidney Lumet começou a trabalhar na adaptação ao cinema do clássico de Agatha Christe, “Um Crime no Expresso do Oriente”, escolheu Ingrid Bergman para um dos papéis principais. A atriz sueca recusou e exigiu a troca para um papel mais pequeno. Havia de ganhar o Óscar para Melhor Atriz Secundária com apenas 14 minutos no ecrã. Beatrice Straight repetiu a proeza em apenas uma cena de cinco minutos em “Escândalo na TV”, também ele dirigido por Lumet.

Será possível levar para casa o maior prémio do cinema apenas com alguns minutos de trabalho? Não é fácil mas a história confirma que isso pode mesmo acontecer. Algumas das personagens mais icónicas do cinema não eram, sequer, as estrelas com mais tempo no ecrã nos seus próprios filmes. O caso paradigmático é o de Hannibal Lecter de Anthony Hopkins.

Na edição de 2017 dos Óscares, há uma atriz que pode juntar-se a este clube restrito de atores de alto rendimento: Michelle Williams. A NiT pegou no cronómetro, viu novamente “Manchester By The Sea” e fez as contas. As cenas que contam com a participação de Williams não ultrapassam os 13 minutos. O filme tem quase 2 horas e 20 minutos.

Para o conseguir, terá de bater Viola Davis, Naomie Harris, Octavia Spencer e Nicole Kidman, todas elas com bastante mais tempo de ecrã nos respetivos filmes. Do lado dos homens, há outro caso semelhante. Em “Moonlight”, Mahershala Ali participa surge apenas nos primeiros 30 minutos.

Quando Judi Dench subiu ao palco para receber o Óscar pelos seus oito minutos de performance em “A Paixão de Shakespeare”, disse que deveria levar para casa apenas um bocadinho da estatueta. Felizmente, nenhum responsável da Academia levou a sério o comentário e, até hoje, todos estes atores tremendamente eficazes têm um Óscar inteirinho na prateleira lá de casa.

Carregue na imagem para conhecer os atores vencedores com menos tempo no ecrã.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT