NiTfm live

Música

Um DJ português vai tocar no Coachella este ano — e nós falámos com ele

Natural das Caldas da Rainha, Holly vai atuar num festivais mais emblemáticos do mundo.
Holly tem apenas 24 anos e uma carreira considerável lá fora.

Onde está Holly? É uma pergunta que tem estado presente nos últimos anos para aqueles que acompanham o trabalho deste DJ e produtor português de 24 anos. Apesar da idade, Holly já fez tours na Ásia, nos EUA, foi tocar à Austrália, venceu prémios internacionais, editou discos e colaborou com inúmeros músicos estrangeiros.

Ultimamente tem estado a viver em Los Angeles, nos EUA — apesar de o seu nome continuar a figurar nos créditos de vários discos em Portugal, sobretudo nos circuitos mais ligados ao hip hop nacional.

Na quinta-feira, 21 de março, foi anunciado o cartaz de um dos palcos secundários do emblemático festival de Coachella, que acontece todos os anos na Califórnia, com alguns dos maiores nomes mundiais da música (ou pelo menos aqueles que forem a tendência do momento).

Holly está nesse cartaz e vai tocar no segundo fim de semana de Coachella, de 19 a 21 de abril. “Fico contente, claro, mas não é um acontecimento com que fique doido ou ache que é o momento da minha vida [risos]”, conta o DJ e produtor das Caldas da Rainha à NiT.

“Era um dos objetivos que tinha pensado em alcançar este ano por isso faz-me sentir bem completar algo que pretendia. Desde que comecei a ir a festivais em Portugal que este era o festival que mais queria experienciar.”

Miguel Oliveira (assim é o nome verdadeiro deste músico) foi convidado pela promotora The Do Lab, que está responsável por este palco do Coachella. Promete novidades suas para breve e conta-nos o que tem feito do outro lado do mundo. “Tenho trabalhado com amigos, rappers e outros produtores, e tenho feito algumas datas também. Fiz uma bus tour em janeiro à volta da América que foi brutal.”

Este ano vão passar pelo Coachella nomes como Ariana Grande, Tame Impala, Childish Gambino, Janelle Monáe, J Balvin, Billie Eilish, Weezer, Solange, Aphex Twin, Khalid, Bad Bunny ou Unknown Mortal Orchestra, entre tantas outras estrelas. Ainda existem alguns bilhetes à venda, que podem variar entre 400€ e 900€.

Leia o artigo da NiT sobre 11Lit3s, o jovem de Viseu (e amigo de Holly) que se mudou para Los Angeles e conseguiu criar uma carreira na música — poucos meses depois de chegar já tinha produzido um single para Rihanna.