Televisão

“The Walking Dead” e as outras séries que já deviam ter sido canceladas

Os produtores da história de Rick Grimes andam mais à deriva do que os zombies, “Anatomia de Grey” devia ter uma morte mais repentina do que as suas personagens e já ninguém quer saber dos nerds de “A Teoria do Big Bang”.

A poucos dias do final da sétima temporada de “The Walking Dead”, é preciso fazer um balanço. A série é boa (ou talvez seja apenas uma memória disso) mas tem tido mais momentos negativos do que positivos. Mudam os vilões, sucedem-se os zombies, matam-se personagens e aparecem outras tantas para repetir toda a sequência outra vez.

A série de Andrew Lincoln, Norman Reedus e Jeffrey Dean Morgan — que estiveram recentemente em Portugal — é um dos exemplos das produções que já deviam ter terminado há muito — vamos apenas dar-lhe o benefício da dúvida nos três episódios restantes, transmitidos às segundas-feiras pela Fox. Outra que se limita a prolongar o sofrimento dos seus protagonistas, e também dos espectadores, é “Lei & Ordem: Unidade Especial”, que já leva 18 temporadas. “Uma Família Muito Moderna” perdeu metade da graça desde que os miúdos cresceram e “Anatomia de Grey” merecia, perdoem-nos a franqueza, uma morte mais repentina do que as suas estrelas.

No espírito da limpeza de primavera, que não tem de se aplicar apenas a roupa e tralhas em casa,  a NiT escolheu as séries que já deviam ter sido canceladas. Para ver a lista, carregue na imagem.

outros artigos de coolt